Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Novo crédito à habitação ao rubro: bancos emprestaram 5.883 milhões até maio

Trata-se do valor mais elevado desde 2008, segundo dados divulgados pelo Banco de Portugal.

Novo crédito à habitação ao rubro: bancos emprestaram 5.883 milhões até maio
Foto de Kindel Media no Pexels
Autor: Redação

O negócio do crédito à habitação está ao rubro em 2021. Os bancos emprestaram 1.314 milhões de euros para a compra de casa em maio, um montante de novo crédito à habitação que apenas é superado, nos últimos anos – desde 2008 –, pelo mês de março: 1.382 milhões de euros. Em termos acumulados, entre janeiro e maio, os bancos concederam 5.883 milhões de euros, o valor mais elevado também desde 2008.

Segundo é possível constatar através dos dados publicados recentemente pelo Banco de Portugal (BdP), a torneira do novo crédito à habitação em Portugal mantém-se bem aberta em 2021, visto que o valor financiado nos primeiros cinco meses do ano é bem superior ao verificado no período homólogo do ano passado (4.509 milhões de euros) e do ano anterior (4.078 milhões de euros).

“Em maio de 2021, os volumes de novas operações de empréstimos para habitação, consumo e outros fins totalizaram 1.314 milhões, 425 milhões e 178 milhões de euros, respetivamente”, lê-se numa nota publicada no site do BdP

Montantes superiores aos verificados no mês anterior, ou seja, em abril: os volumes de novas operações de empréstimos para habitação, consumo e outros fins tinham totalizado 1.220 milhões, 387 milhões e 174 milhões de euros, por esta ordem.

Compara os melhores créditos à habitação em idealista/créditohabitação e esclarece as tuas dúvidas de forma gratuita.