Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Governo anuncia reembolso de mais de 3.000 milhões de euros ao FMI

Autor: Redação

Portugal deverá realizar um novo pagamento antecipado ao Fundo Monetário Internacional (FMI) “muito em breve”. Segundo o ministro das Finanças Mário Centeno, que falava aos jornalistas em Bruxelas, o país deverá reembolsar mais 3.000 milhões de euros do empréstimo. Ou seja, o Governo pagará mais 1.000 milhões de euros que o previsto.

No Orçamento do Estado para 2018 (OE2018), o Executivo já antecipava novos reembolsos ao FMI, mas o ritmo de pagamentos deverá ser maior que o estipulado, escreve o Jornal de Negócios, salientando que o Executivo previa que os reembolsos antecipados totalizassem 8,37 mil milhões de euros este ano, um valor que excedia em mais de 3.000 milhões de euros o valor pago até 10 de outubro. Até essa data tinham sido feitos reembolsos antecipados de 5,3 mil milhões de euros, mas, precisamente em outubro, o Executivo fez mais um pagamento antecipado de 1.000 milhões de euros.

Agora, com o reembolso adicional de 3.000 milhões de euros anunciado por Mário Centeno, o Governo vai exceder em 1.000 milhões de euros o montante que previa pagar antecipadamente ao Fundo em 2017.