Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Troika

Últimas notícias sobre "Troika" publicadas em idealista.pt/news

Portugal surpreende com milagre económico mas (ainda) enfrenta desafios

Cinco anos depois da saída da troika de Portugal, o país conseguiu viver uma espécie de milagre económico. Não só conseguiu sair da crise que assolou o mercado, como também registou um forte crescimento da economia, sendo proclamado o fim da austeridade. E o imobiliário ajudou a estes resultados.

Notícia sobre:
Gtres

CE preocupada com expansão do imobiliário, pede prudência no crédito à habitação

A missão de acompanhamento do "pós-troika" em Portugal voltou a Lisboa na semana passada, tendo estado na capital portuguesa entre 27 e 30 de novembro, a avaliar como está o país. O "boom" do setor imobiliário em Portugal voltou a estar nos focos de atenção dos técnicos da Comissão Europeia (CE), em articulação com o Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI). E foi dado um aviso claro à banca nacional: é preciso seguir "critérios prudentes na concessão de crédito" para a compra de casas.

Notícia sobre:

Portugal "livra-se" da dívida ao FMI até final do ano

O Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) foi aprovado esta quinta-feira (29 de novembro de 2018) com votos favoráveis da esquerda e do PAN, sendo que PSD e CDS votaram contra. No Parlamento, no discurso de encerramento do debate do OE2019, o primeiro-ministro António Costa anunciou que Portugal vai concluir o pagamento antecipado da dívida ao Fundo Monetário Internacional (FMI) ainda este ano: faltam pagar 4.700 milhões de euros.

Notícia sobre:

Foram precisos 7 anos para recuperar empregos destruídos pela troika

A troika chegou a Portugal e "levou com ela" milhares de postos de trabalho. Entre o final de 2010 e primeiro trimestre de 2013 foram destruídos 512.000 empregos. Foram necessários 21 trimestres para recuperar meio milhão de postos de trabalhos destruídos em apenas 10 trimestres.

Notícia sobre:

Rede Multibanco emagreceu quase 20% desde a chegada da Troika

Portugal chegou ao final do ano passado, com 14.500 caixas multibanco a nível nacional, menos 2.800 unidades do que em 2011, ano da chegada da Troika ao país.  As ATM estão a tomar-lhes o lugar.

Notícia sobre:

Impostos da austeridade fazem lucrar Governo de António Costa

As medidas de austeridade implementadas pelo anterior Executivo continuam a engordar os cofres do Estado. Contribuições extraordinárias sobre os setores energético, bancário e farmacêutico, derrama estadual, taxa de segurança alimentar e taxa adicional de solidariedade sem fim à vista vão permitir ao Governo encaixar este ano perto de 930 milhões.

Notícia sobre:

Comprar casa no Algarve é 12,8% mais caro que antes da chegada da Troika

Os preços das casas no Algarve caíram cerca de 24% entre 2011 e 2014, mas depois dispararam. E muito. Entre meados de 2014, quando atingiram o seu ponto mais baixo, e o quarto trimestre de 2017, os preços dos imóveis subiram cerca de 49% em termos acumulados. E mais: no último trimestre do ano passado, os preços estavam já 12,8% acima dos níveis pré-crise, registados em 2011.

Notícia sobre:

Portugal conclui pagamento da tranche mais elevada do empréstimo do FMI

Portugal vai pagar antecipadamente 800 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI). A garantia foi dada por Ricardo Mourinho Félix, secretário de Estado das Finanças, no Eurogrupo, em Bruxelas. Desta forma, fica concluído o reembolso da tranche mais elevada do empréstimo desta instituição.

Notícia sobre:

Governo anuncia reembolso de mais de 3.000 milhões de euros ao FMI

Portugal deverá realizar um novo pagamento antecipado ao Fundo Monetário Internacional (FMI) “muito em breve”. Segundo o ministro das Finanças Mário Centeno, que falava aos jornalistas em Bruxelas, o país deverá reembolsar mais 3.000 milhões de euros do empréstimo. Ou seja, o Governo pagará mais 1.000 milhões de euros que o previsto.

Notícia sobre: