Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Há 17 anos que a economia portuguesa não crescia tanto: 2,7%

Gtres
Gtres
Autor: Redação

A economia portuguesa cresceu 2,7% no conjunto de 2017. É preciso recuar ao ano 2000 para encontrar um crescimento do PIB superior a 2,7%, ano em que a economia avançou 3,8%, segundo os números divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com a estimativa rápida divulgada esta quarta-feira (14 de fevereiro), a aceleração do crescimento no ano passado resultou do "aumento do contributo da procura interna, refletindo principalmente a aceleração do investimento, uma vez que a procura externa líquida apresentou um contributo idêntico ao registado em 2016".

Já no que diz respeito apenas ao quarto trimestre de 2017, o PIB aumentou 2,4% em termos homólogos, abrandando ligeiramente face aos três meses anteriores (2,5% no terceiro trimestre).

"O contributo positivo da procura interna para a variação homóloga do PIB diminuiu, em resultado do abrandamento do investimento e do consumo privado. Em sentido oposto, o contributo da procura externa líquida foi positivo (no trimestre anterior tinha sido negativo), refletindo a aceleração em volume das exportações de bens e serviços e a desaceleração das importações de bens e serviços", explica o INE.

O crescimento do PIB fica ligeiramente acima da última previsão do Governo e do Fundo Monetário Internacional (FMI), que estimavam que o PIB crescesse 2,6%. Em termos de comparação homóloga, em 2015 a economia portuguesa cresceu 1,8% e em 2016 o crescimento do PIB foi de 1,5%.