Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Cuidado com o crédito fácil online: não te deixes “levar pela facilidade dos cliques”, alerta a Deco

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Cuidado com o crédito fácil online. O alerta é deixado pela Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, que considera que há cada vez mais bancos a oferecer empréstimos pessoais “através de apps e do homebanking”.

“Para evitar situações de dificuldades financeiras semelhantes às da crise de 2008, não se deixe levar pela facilidade dos cliques. Se tiver de contratar um crédito pessoal, analise várias propostas, esclareça todas as dúvidas junto da entidade financeira e faça bem as contas”, aconselha a Deco

Segundo a entidade, “os anúncios ao crédito fácil andam aí” e é possível encontrá-los em todo o lado, sendo que a “mensagem é quase sempre a mesma”. “Vão ajudar-nos a realizar os nossos sonhos, como comprar um carro, ir de férias ou concretizar um projeto pessoal (...). Agora, basta meia dúzia de cliques para contratar um crédito pessoal através do computador ou do smartphone”.

Porque “nem tudo são rosas”, a Deco aconselha os consumidores a, antes de tomarem uma decisão, analisarem “as suas condições financeiras, a capacidade de cumprir o plano de pagamentos e as condições de financiamento propostas”. “A TAEG (Taxa Anual Efetiva Global) é a principal referência, pois reflete todos os custos associados à concessão do crédito (comissões iniciais, periódicas, juros, seguros e demais encargos)”, explica.