Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Consumo em Portugal abranda no 3º trimestre mas ainda está acima da média europeia

Marketeer
Marketeer
Autor: Redação

Depois de no segundo trimestre do ano o mercado de Bens de Grande Consumo ter crescido (tanto em volume como em valor) 6% em Portugal em termos homólogos, o terceiro trimestre apresenta valores mais “modestos”, com o consumo a aumentar apenas 4,2% face ao mesmo período do ano passado. Trata-se, no entanto, de um valor superior ao verificado na média dos outros 32 países analisados (3,1%).

Em causa está um relatório da Nielsen, que concluiu, por exemplo, que os valores positivos registados no terceiro trimestre são sinal de um nível de confiança elevado entre os consumidores portugueses, boas perspectivas financeiras e mais dinheiro para gastar. 

“Portugal estará mesmo ‘na dianteira da Europa Ocidental’, uma vez que o crescimento total no mercado nacional é o mais elevado entre os 15 países que compõem esta região”, escreve a Marketeer, que se apoia em dados do estudo. Na Alemanha, por exemplo, o consumo está a cair 1,9%. E o mesmo acontece em França (-1,3%), Bélgica (-0,9%) ou Reino Unido (-0,2%). 

Segundo Ana Paula Barbosa, Retailer Vertical director da Nielsen Portugal, “o momento é positivo para o consumo no mercado nacional”. “Neste terceiro trimestre, o crescimento, quer em volume, quer em valor, supera o período homólogo, que já era muito dinâmico, e mantém-se ainda numa tendência de crescimento acima da realidade europeia”, disse a responsável, citada pela publicação.