Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Quanto pagou o BCE a Mario Draghi, Christine Lagarde e Luis de Guindos em 2019?

Jornal de Negócios
Jornal de Negócios
Autor: Redação

O Banco Central Europeu (BCE) gastou 1,87 milhões de euros com os salários da comissão executiva em 2019, um valor inferior ao verificado no ano anterior: 1,89 milhões de euros. Em dois meses, a nova presidente da entidade, Christine Lagarde, auferiu 68.000 euros brutos. Já o seu antecessor, o italiano Mario Draghi, recebeu 340.000 euros brutos durante os 10 meses que esteve no cargo antes de ceder o seu lugar a Lagarde.

De referir que em todo o ano de 2018 Draghi auferiu 401,4 mil euros brutos. No ano passado, o vice-presidente do BCE, o espanhol Luis de Guindos, recebeu 350.000 euros brutos, mais que os 200,7 mil euros de 2018, uma vez que nesse ano apenas esteve sete meses no cargo, escreve o Jornal de Negócios, que se apoia nas contas anuais de 2019 divulgadas pelo BCE.