Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Portugueses procuram menos informação de saúde online que os europeus

Eurostat
Eurostat
Autor: Redação

No ano passado, antes da pandemia do novo coronavírus ter assolado o mundo, 53% dos cidadãos europeus entre os 16 anos e os 74 anos usaram as ferramentas digitais para encontrar informação online sobre temas de saúde. Portugal encontra-se abaixo da média da União Europeia (UE): 49%.

Segundo dados revelados recentemente pelo Eurostat, é na Finlândia, Holanda e Chipre, por esta ordem, que as pessoas fazem mais pesquisas na internet sobre assuntos relacionados com a saúde. No lado oposto da tabela encontram-se Bulgária, Roménia e Itália.