Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Famílias cada vez mais poupadas: 158,6 mil milhões depositados nos bancos no final de outubro

ECO
ECO
Autor: Redação

As famílias portuguesas estão a reforçar as poupanças que têm nos bancos, devido à crise causada pela pandemia da Covid-19. No final de outubro, os depósitos nas instituições financeiras ascendiam a 158,6 mil milhões de euros, mais 500 milhões que em setembro. Em causa estão dados divugados recentemente pelo Banco de Portugal (BdP).

Segundo o ECO, que se apoia nos referidos dados, o ano de 2020 está a ser marcado por uma nova dinâmica – de poupança – no comportamento financeiro dos portugueses, que estão a poupar mais que nunca.

O mês de julho registou um máximo de sempre no dinheiro depositado nos bancos: 159,2 mil milhões. O montante baixou depois em agosto, mas em setembro e outubro voltou a disparar, aproximando-se de um novo máximo.

“Os depósitos de particulares nos bancos residentes totalizavam 158,6 mil milhões de euros no final de outubro. A taxa de variação anual (tva) foi de 7,3%, valor 0,3 pp acima do registado em setembro”, lê-se no site do BdP.