Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Quando deixará de ser obrigatório usar máscara na rua? Parlamento decide

Fim da obrigatoriedade do uso de máscara na rua está nas mãos da Assembleia da República. Deputados vão ouvir peritos antes de decidir.

Fim do uso da máscara na rua? Parlamento decide
Gtres
Autor: Redação

O Governo decidiu antecipar o levantamento das restrições previsto na fase 2 do desconfinamento ainda para agosto, numa altura em que mais de 70% da população está totalmente vacinada, mas manteve a obrigatoriedade do uso de máscara na rua – pelo menos até meados de setembro. A decisão final está nas mãos do Parlamento.

Antes de decidir sobre o fim do uso obrigatório de máscara na rua, a Assembleia da República vai ouvir primeiro um conjunto de especialistas da Direção-Geral de Saúde (DGS) sobre o tema, tal como escreve o Jornal Negócios. Para já, a lei diz que, até 12 de setembro, é obrigatório usar máscara na via pública sempre que o distanciamento não esteja garantido.

Photo by Daniela Holzer on Unsplash
Photo by Daniela Holzer on Unsplash

O PSD quer ouvir com urgência os peritos da DGS sobre o fim do uso da máscara na rua. Num requerimento divulgado no sábado (21 de agosto), o grupo parlamentar do PSD sustenta que a decisão sobre a manutenção ou fim do uso de máscara "não é exclusivamente do foro político, uma vez que pode ter consequências para a saúde pública, pelo que deve ser tomada com sustentação científica". Em declarações à rádio Observador, o deputado socialista José Magalhães, disse que esta proposta “faz todo o sentido”.

Recorde-se que depois do último Conselho de Ministros, e na apresentação das novas medidas ao país, a ministra Mariana Vieira da Silva avisou que “esta é uma decisão da Assembleia da República que deve ser tomada na AR”. “É esse o espaço em que se deve decidir sobre uma medida com tão forte impacto nos direitos, liberdades e garantias”, referiu.

PR defende fim do uso da máscara em meados de setembro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, defende o fim obrigatório do uso da máscara só em meados de setembro e apelou aos jovens para se vacinarem contra a Covid-19 antes do início do ano letivo.

Questionado sobre o fim do uso obrigatório da máscara, o Presidente da República lembrou que é uma competência da Assembleia da República, que só volta a reunir-se em plenário em setembro, e por isso defendeu que a prorrogação dessa decisão “é uma boa coincidência, depois de deixar passar algumas semanas”.

Marcelo defende fim do uso da máscara em meados de setembro
Gtres

“Fui dos primeiros a pô-la e serei dos últimos a tirá-la. Quero ver primeiro os números de agosto e de setembro”, disse, citado pela Lusa, durante uma visita ao centro de vacinação de Alcabideche, no concelho de Cascais.

*Com Lusa