Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Operação Marquês: detido filho do fundador do Grupo Lena

Ex-primeiro-ministro Sócrates detido desde Novembro no âmbito da Operação Marquês
Gtres
Autor: Redação

Outro suspeito foi apanhado no âmbito da Operação Marquês, que levou à detenção do ex-primeiro-ministro José Sócrates, indiciado por corrupção, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais. Hoje foi a vez de ser detido um administrador do Grupo Lena, Joaquim Barrocaum dos principais acionistas e filho do fundador da construtora.

A Procuradoria-Geral da República acaba de confirmar em comunicado que esta detenção ocorreu depois de realizadas buscas domiciliárias e à sede do grupo construtor, na Quinta da Sardinha, no concelho de Leiria.

Nas diligências, levadas a cabo por dois magistrados do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), o Ministério Público foi coadjuvado pela Autoridade Tributária (AT) e pela Polícia de Segurança Pública (PSP), informa ainda a PGR.

O detido será presente, durante a tarde de hoje, ao Tribunal Central de Instrução Criminal, para interrogatório judicial e aplicação de medidas de coacção.

No âmbito da Operação Marques está detido desde novembro do ano passado no Estabelecimento Prisional de Évora o ex-primeiro-ministro José Sócrates, indiciado por corrupção, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais.

O processo, que implica nomeadamente várias operações imobiliárias suspeitas, tem também como arguidos João Perna, ex-motorista de José Sócrates, o empresário Carlos Santos Silva, o advogado Gonçalo Trindade Ferreira e o administrador da farmacêutica Octapharma Paulo Lalanda Castro.