Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

José Sócrates

Últimas notícias sobre "José Sócrates" publicadas em idealista.pt/news

Grupo Lena foi extinto e dívidas das construtoras passam para a esfera da Always Special

O Grupo Lena foi extinto com a fusão das construtoras Lena SGPS e Lena Engenharia Construção na também construtora Always Special. Construtoras essas da família Barroca Rodrigues que surgiram há dois anos na lista dos grandes devedores da Caixa Geral de Depósitos (CGD), com dívidas na ordem dos 90 milhões de euros, segundo a auditoria da EY. Na sequência desta fusão, a Always Special passa a ser responsável pelos ativos e passivos das duas sociedades.

Notícia sobre:

Sócrates vive numa casa nova na Ericeira, que afinal é do primo testa de ferro

José Sócrates mudou-se este mês de novembro para um apartamento na Ericeira, depois de ter estado a viver numa casa arrendada no Parque das Nações, em Lisboa, nos últimos dois anos e meio. O novo imóvel em causa é do primo do ex-primeiro-ministro socialista e arguido na Operação Marquês por suspeitas de ser seu testa de ferro.

Notícia sobre:

José Sócrates abandona PS para “pôr fim a embaraço mútuo”

José Sócrates anunciou esta sexta-feira (4 de maio) que pediu a desfiliação do PS para acabar com um “embaraço mútuo”, após críticas da direção que, na sua opinião, ultrapassam “os limites do que é aceitável no convívio pessoal e político”.

Notícia sobre:

Casa de Paris onde Sócrates viveu está a ser arrendada por 1.000 euros por noite

O apartamento de luxo de José Sócrates em Paris (França) está a ser arrendado por Carlos Santos Silva por 1.000 euros por noite. Desde setembro que o imóvel está disponível no mercado de arrendamento. O Ministério Público (MP) arrestou a casa este mês como garantia de pagamento de impostos que alegadamente Sócrates tem em atraso, pelo que as rendas obtidas desde a data da notificação pertencem ao Estado.

Notícia sobre:

Arrestos de imóveis "não têm fundamento e justificação”, diz José Sócrates

O antigo primeiro-ministro José Sócrates afirmou que os arrestos de imóveis que foi alvo no âmbito da Operação Marquês “não têm nenhum fundamento nem justificação". O DCIAP ordenou o arresto de várias propriedades, incluindo três apartamentos vendidos pela mãe de Sócrates ao empresário Carlos Santos Silva: o apartamento na Braancamp, em Lisboa, e dois no Cacém. Foi ainda apreendida uma herdade em Montemor-o-Novo, habitada pela ex-mulher de Sócrates.

Notícia sobre:

Resort de luxo do caso Sócrates: Vale do Lobo deve cerca de 300 milhões de euros à CGD

O empreendimento turístico de Vale de Lobo, no Algarve, deve à Caixa Geral de Depósitos (CGD) cerca de 300 milhões de euros, após este ter atribuído à empresa que gere aquele resort 12 empréstimos, entre dezembro de 2006 e junho de 2010, no valor global de 249 milhões de euros. No verão, todos os créditos estavam em atraso.

Notícia sobre:

Sócrates terá de pagar 19 milhões de euros ao Fisco por fortuna escondida na Suíça

Os americanos dizem que só há duas certezas na vida: a morte e pagar impostos. Pois agora parece ter chegado a hora de José Sócrates fazer contas com as Finanças portuguesas, pela fortuna que terá escondido na Suíça. O ex-primeiro-ministro continua a ser investigado sobre a origem do dinheiro, entre outras coisas no âmbito da Operação Marquês, e o Fisco pretende que o ex-líder socialista pague já 19 milhões de euros.

Notícia sobre:

Vale do Lobo: contas bancárias de Bataglia e irmãos Horta e Costa sob investigação

O negócio do resort Vale do Lobo, no Algarve, continua a dar que falar. Depois da detenção do ex-ministro socialista Armando Vara, por suspeitas de ter recebido contrapartidas num empréstimo enquanto estava na administração da CGD, agora o Ministério Público quer ter informações sobre as contas bancárias de Hélder Bataglia, Rui Horta e Costa e Luís Horta e Costa.

Notícia sobre:

Paquistanês diz que comprou casa de Sócrates com dinheiro da sua “atividade como advogado”

O antigo procurador-geral do Paquistão Makhdoom Ali Khan, que comprou a casa de José Sócrates em Lisboa, negou ter feito qualquer tipo de operação bancária suscetível de configurar um crime de branqueamento de capitais quando adquiriu o imóvel, por 675.000 euros.

Notícia sobre: