Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

O que acontece a Portugal se a Grécia sair da zona euro?

Autor: Redação

Pouco, ou nada. A garantia de que Portugal pouco ou nada vai sofrer se acabar por se confirmar a saída da Grécia da zona euro foi ontem reiterada pela ministra das Finanças. Maria Luís Albuquerque disse ontem que os "cofres cheios" permitem a Portugal enfrentar com "tranquilidade" os impactos negativos de um eventual incumprimento ou mesmo saída da Grécia da zona euro.

A governante portuguesa, que participou esta quinta-feira, na reunião do Eurogrupo no Luxemburgo, foi questionada em conferência de imprensa sobre um plano de contingência para fazer face a um ‘default’ grego e os seus efeitos em alguns dos Estados-membros da zona euro, como Portugal, depois de hoje não ter sido novamente conseguido um acordo que permita à Grécia aceder à ajuda financeira.

"O que nos dá tranquilidade é que de facto, e apesar de não ter sido bem interpretada, temos os cofres cheios. É certo que é valor de dívida mas é essa almofada financeira que nos permite hoje enfrentar, do ponto de vista do financiamento do tesouro português, algum desenvolvimento mais desfavorável do mercado, seja este ou outro que possa ocorrer", disse Maria Luís Albuquerque aos jornalistas, citada pela Lusa, após o encontro dos ministros das Finanças da zona euro.

A ministra, segundo escreve ainda a agência de notícias, recusou falar de um eventual plano de contingência que esteja a ser preparado em conjunto com o banco central nacional e o Banco Central Europeu (BCE), o que foi hoje admitido pelo ministro das Finanças irlandês para o caso da Irlanda ser afetada por um ‘Grexit', dizendo apenas que os bancos centrais de toda a zona euro trabalham em vários cenários.

Faltam menos de duas semanas para expirar o programa de assistência financeira a Atenas e da data limite para a Grécia pagar 1,6 mil milhões de euros ao FMI, ambas a 30 de junho.

Uma saída da Grécia do euro marcará "o princípio do fim da zona euro", defendeu o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, numa entrevista publicada hoje pelo diário austríaco Kurier, em vésperas de uma cimeira extraordinária em Bruxelas.

Tsipras diz que 'Grexit' será "o princípio do fim da zona euro"

Uma saída da Grécia do euro marcará "o princípio do fim da zona euro", defendeu o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, numa entrevista publicada hoje pelo diário austríaco Kurier, em vésperas de uma cimeira extraordinária em Bruxelas.

"O famigerado 'Grexit' não pode ser uma opção, nem para os gregos, nem para a União Europeia. Será um processo irreversível, será o princípio do fim da zona euro", declarou Tsipras na entrevista

Uma saída da Grécia do euro marcará "o princípio do fim da zona euro", defendeu o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, numa entrevista publicada hoje pelo diário austríaco Kurier, em vésperas de uma cimeira extraordinária em Bruxelas.