Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Promotor imobiliário da Madeira acusado em tribunal por enganar investidores britânicos

Autor: Redação

Um grupo de 175 investidores, a maioria britânicos, foi enganado por um promotor imobiliário da ilha da Madeira, tendo perdido um total de 3,5 milhões de euros. Michael Nascimento, responsável pela empresa Morgan Forbes, que comercializou um hotel e um empreendimento imobiliário na Ponta do Pargo cuja construção não chegou a avançar, foi agora acusado pelo Tribunal de Southwark em Londres pelos crimes de fraude, lavagem de dinheiro e obstrução à justiça. 

A investigação ao caso, segundo conta o Diário de Notícias da Madeira, foi realizada pela Financial Conduct Authority (FCA), entidade britânica que concluiu que, entre julho de 2013 e março de 2014, os cinco arguidos utilizaram um centro de contactos telefónicos para ligarem a cidadãos britânicos e venderem-lhes participações no projeto imobiliário na Madeira. 

O primeiro anúncio da construção do projeto imobiliário da Worgan Forbes data de fevereiro de 2010 e o julgamento está agendado para 7 de setembro de 2017. 

O jornal frisa que este empreendimento foi sempre acarinhado pelo anterior presidente da Câmara da Calheta, Manuel Baeta.