Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Porto no radar dos investidores e das grandes transações imobiliárias

Jens Moser/Unsplash
Jens Moser/Unsplash
Autor: Redação

O Porto deixou de estar apenas na moda. Está definitivamente no radar. De quem? Dos investidores e mercados internacionais. Mas não só. “O Porto posiciona-se com uma zona muito atrativa para grandes transações imobiliárias”, refere João Magalhães, diretor-geral da Predibisa, consultora imobiliária especializada no norte do país.

O mercado imobiliário da Invicta está a ferver. E os números são reveladores. A consultora Predibisa cresceu 50% no ano passado, concretizando negócios no valor de 150 milhões de euros. De todas as áreas de negócio, destaca-se a vertente residencial, intrinsecamente ligada à promoção e à reabilitação urbana na Baixa do Porto, aquela que registou um maior incremento, tendo mais que duplicado (125%) de 2016 para 2017.

A área residencial foi, de facto, aquela que registou melhores indicadores de performance no último ano. Ainda assim, “também foram realizados negócios com clientes investidores que procuravam rendimentos na restauração, comércio, escritórios, hotelaria mas, em particular, no short-rental”, sublinha a empresa, em comunicado. “Esta dinâmica de transações deveu-se em larga medida ao incremento do turismo e ao Alojamento Local (AL)”, acrescenta.

“Cada vez mais presente no radar do mercado internacional, o Porto posiciona-se com uma zona muito atrativa para grandes transações imobiliárias. O aparecimento de produto imobiliário em consonância com a qualidade da oferta explica esta realidade”, explicou João Magalhães.

Ao longo do ano de 2017 a Predibisa arrecadou importantes negócios no seu portefólio. Entre eles está a comercialização de empreendimentos residenciais como o edifício Leica na Rua Sá da Bandeira, o empreendimento Flores 77 na Rua das Flores, o Palácio dos Príncipes em Cedofeita ou ainda a colocação da Starbucks na Rua Mouzinho da Silveira.

“Estamos convictos que 2018 seja um ano animador, pois vemos muita vontade de investimento no Porto e prova disso são os negócios que temos vindo a concretizar e aqueles que temos já em carteira”, adiantou o responsável. “É notório que o Porto é apetecível para os investidores, sendo que já não se trata só de uma questão de estar na moda, pois tem vindo a crescer o número de multinacionais que elegem a cidade para se instalarem, em detrimento de outras cidades europeias”, rematou o diretor-geral da Predibisa.