Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Savills IM estreia-se em Portugal com a compra do Aveiro Center

Fundo Euro V, da Savills IM, pagou 29 milhões de euros por este ativo de retail. / Facebook Aveiro Center
Fundo Euro V, da Savills IM, pagou 29 milhões de euros por este ativo de retail. / Facebook Aveiro Center
Autor: Redação

A Savills Investment Management (“Savills IM”), gestor internacional de investimentos, chegou a acordo para comprar o Aveiro Center, um parque comercial na cidade nortenha. Esta operação implicou um investimento na ordem dos 29 milhões de euros e trata-se da primeira aquisição realizada pela Savills IM em território luso, a nome do seu fundo Euro V. 

O Aveiro Center conta com uma superfície bruta alocável (SBA) total de 30.700 metros quadrados (m2) e alberga um hipermercado –operado por Continente–, uma galeria comercial com 39 estabelecimenos e quatro grandes lojas, entre as quais MediaMarkt. 
 
O parque comercial, que recebe à volta de três milhões de evistias por ano, situa-se na auto-estrada que liga Aveiro a Espanha, contando com uma área de influência de quase 250 mil pessoas a menos de 30 minutos. 

À procura de mais ativos na Península Ibérica para investir

"Portugal é um mercado chave dentro dos nossos planos de expansão na Península Ibérica. Esta aquisição constitui um passo mais para trabalhar no nosso objetivo de investir 500 milhões de euros na Península até ao final de 2018, e durante o último mês, fechamos compras no valor de 400 milhões de euros", conta Fernando Ramírez de Haro, diretor geral da Savills Investment Management para Espanha e Portugal, citado em comunicado.
 
Sobre esta operação, realizada fora do mercado, o gestor afirma tratar-se de "um exemplo típico de transações que demonstram as nossas competências como comprador competitivo e de confiança para os vendedores e a nossa capacidade para gerar valor para os investidores".

Ian Jones, portfolio manager do fundo Euro V gerido por Savills IM, por sua vez, diz que o objetivo do fundo é "obter rentabilidades mais elevadas e incrementar o fluxo de ingressos mediante uma gestão ativa".

Para conseguir-lo, o gestor revela que o fundo se concentra "na procura de ativos imobiliários 'retail' situados em localizações consolidadas e de referência que apresentem um potencial de valorização". Este ativo - o Aveiro Center - "com a localização que tem e o vasto historial de investimento, apresenta todas as características, uma vez que o mercado português está a recuperar-se dos efeitos da grande crise financeira".