Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Estrangeiros compraram mais de 70 mil casas em Portugal em cinco anos

Os não residentes investiram mais de 11 milhões entre 2012 e 2017
Os não residentes investiram mais de 11 milhões entre 2012 e 2017
Autor: Redação

O investimento externo “animou” e ajudou à recuperação do setor imobiliário português nos últimos anos. E os números não deixam margem para dúvidas: em cinco anos, entre 2012 e 2017, os estrangeiros compraram 70.700 casas em Portugal, num valor total de 11,1 mil milhões de euros.

Segundo as contas da Associação das Empresas de Construção, Obras Públicas e Serviços (AECOPS), os não residentes investiram cerca de 800 milhões de euros em imóveis no mercado português em 2012. O investimento mais do que triplicou em 2017, ano em que foram atingidos os 2,8 mil milhões de euros.

Os dados mostram ainda que o ano de 2014 foi aquele em que o peso das transações de imóveis por não residentes foi mais elevado (15,7% do total), vindo a decair desde então, até aos 11,5%, em 2017. Parte “significativa destas aquisições”, em 2014, foi dirigida a imóveis de valor superior a 500 mil euros, representando quase 44% das compras. Esta representatividade, ainda assim, desceu: em 2017 os imóveis que superam este valor representaram 36,3% das aquisições.

O Algarve continua a ser a região “preferida” pelos estrangeiros para investir. Concentrou 43% das aquisições, em 2017, seguindo-se Lisboa e Alentejo (37%) e Norte/Centro (17%). De realçar que quase metade do montante total transacionado por não residentes neste cinco anos correspondeu a aquisições efetuadas por residentes do Reino Unido (18,3%), de França (17,9%) e da China (12,7%).