Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Empreendimento de luxo Foz Avenue tem o “melhor apartamento do Porto”: custa 2,9 milhões

O empreendimento está localizado na Avenida do Brasil, na marginal da Foz, Porto / Kendall & Associados
O empreendimento está localizado na Avenida do Brasil, na marginal da Foz, Porto / Kendall & Associados
Autor: Elisabete Soares (colaborador do idealista news)

O empreendimento residencial Foz Avenue, localizado na Avenida do Brasil, na marginal da Foz, Porto, que se encontra em início de construção, tem em fase de venda seis apartamentos exclusivos, que constituem a sua oferta total. Quatro são de tipologia T4, um de T3 e um de T5, que está localizado na cobertura e pode ser transformado num T6 – custa 2,9 milhões de euros. 

Ao idealista/news, José Luís Kendall, diretor-geral da Kendall & Associados (K&A), que está a comercializar os apartamentos em exclusivo, destaca o facto de o apartamento da cobertura, um duplex que dispõe de piscina e tem 410 metros quadrados (m2), mais 313 m2 de varandas e terraços, ser, também, “o melhor apartamento do Porto”. 

Na sua opinião, este facto deve-se, por um lado, às suas características de construção, aos acabamentos e às áreas, mas, também, à sua localização, na primeira linha de mar e com vistas desafogadas para o Oceano Atlântico e para o casario da Foz.

José Luís Kendall destaca que o apartamento tem suscitado muita curiosidade no mercado, havendo um conjunto de potenciais interessados na sua aquisição. No caso dos apartamentos T4, com áreas entre 250 m2 e 40 m2 em varandas, os valores vão dos 1,6 milhões aos 1,8 milhões de euros. 

Dois apartamentos T4 já vendidos

O responsável da consultora, que atua sobretudo no segmento premium, adianta ao idealista/news que, neste momento, “dois dos apartamentos T4 estão vendidos”. Já a tipologia T3 fica localizada no rés do chão e apresenta também um jardim privativo.

O condomínio Foz Avenue ficará ainda dotado de jardim, nas traseiras do edifício, piscina e ginásio comuns. De referir que o arquiteto Pedro Guimarães, do gabinete Barbosa & Guimarães (no Porto projetaram, entre outros, o edifício Vodafone e a marina da Afurada), é o autor do projeto.

O novo empreendimento residencial vai ocupar um espaço onde existiam até agora três moradias antigas e está a ser construído pela empresa NVE Engenharia, construtora de Guimarães. 

Segundo José Luís Kendall, os apartamentos e espaços comuns do Foz Avenue ficarão dotados de “materiais de qualidade, como as caixilharias e os mármores, e terão excelentes acabamentos”. Terá também “cozinhas equipadas, com eletrodomésticos topo de gama”.

São seis apartamentos: quatro T4, um T3 e um T5 que pode ser transformado em T6 / Kendall & Associados
São seis apartamentos: quatro T4, um T3 e um T5 que pode ser transformado em T6 / Kendall & Associados

Consultora atua na Foz, Boavista e Baixa

A consultora K&A, que atua no segmento premium, em áreas que vão do residencial, lazer, corporate, hotéis e resorts, mudou-se, há cerca de um ano, para a Rua Nossa Senhora da Luz, na marginal da Foz, para um escritório que apresenta uma localização muito central.  

Neste momento é responsável pela comercialização de vários empreendimentos, especialmente localizados na Foz, Boavista e Baixa do Porto, zonas da cidade onde a habitação apresentou nos últimos anos uma forte valorização, que constituíram sempre uma forte aposta da consultora.

A K&A foi a mediadora oficial da SRU Porto Vivo em 2008, e desde essa data passou “a trabalhar alguns dos melhores imóveis corporate e de investimento”, destaca o responsável, frisando ainda que a “K&A foi a primeira mediadora portuguesa a apostar na reabilitação do centro histórico do Porto”.

"A K&A foi a primeira mediadora portuguesa a apostar na reabilitação do centro histórico do Porto"
José Luís Kendall, diretor-geral da K&A

Isto numa altura, recorda, em que “o preço por m2 dos imóveis para reabilitar na Baixa da Invicta andava nos 200 euros”, quando ainda havia poucos investidores. “Hoje os valores dos imóveis para reabilitar são de 1.500 a 3.000 euros por m2”, conta. 

“Deve-se reabilitar, mas às vezes é fachadismo a mais”

José Luís Kendall defende que o turismo é importante para o Porto e que com ele veio o investimento e a reabilitação urbana da cidade. Por isso é importante, na sua opinião, que se continue a investir na reabilitação da Baixa. Contudo, alerta, às vezes o que se está a fazer “é fachadismo a mais”. “Acho que devíamos procurar manter os interiores de alguns imóveis, [embora] algumas vezes não é fácil conciliar as duas coisas”, acrescenta.

O responsável da K&A considera, por isso, que na Baixa do Porto a “construção de raiz não deveria existir, além do existente”, e que salvo algumas (poucas) exceções também “não se deveria ocupar os poucos espaços verdes”. “A cidade devia ter mais espaços verdes e jardins”, diz, frisando que também nas praças recentes – como a de Carlos Alberto, Poveiros ou das Cardosas – dever-se-ia ter pensado em “colocar mais árvores e espaços ajardinados”. 

Considerando que o mercado imobiliário vai continuar de “boa saúde”, José Luís Kendall acredita que os estrangeiros “vão continuar a vir” e “a comprar”. Uma situação que comprova todos os dias com os estrangeiros que entram no escritório da Foz. Adverte, contudo, que o mercado precisa de inovar, já que se está “a fazer mais do mesmo”. “É preciso investir em outros segmentos e apostar em tipologias diferentes”.

Moradias e apartamentos exclusivos em venda

A K&A está a comercializar vários empreendimentos de moradias e de apartamentos localizados nas suas zonas de atuação. No caso da Foz, a K&A é responsável pelas vendas de um condomínio fechado de seis moradias com tipologias V3, V3+1 e V5, localizado numa zona nobre. Trata-se de um empreendimento que se encontra em construção.

Já na Marechal Gomes da Costa, a K&A está também a vender várias moradias, algumas inseridas em projetos residenciais destinados a uma gama alta de clientes e que se encontram em construção. 

"Algumas das mais charmosas propriedades que estão no mercado fazem parte da nossa carteira, como destaque no Minho, Gerês, Douro e Algarve”
José Luís Kendall, diretor-geral da K&A

Na Baixa do Porto destaca-se um condomínio de apartamentos com tipologias T1, T2 e T3 duplex novos, com bons acabamentos, que encontra também em construção.

Ao longo dos 15 anos de atividade, a K&A já vendeu alguns dos melhores imóveis na zona do Porto e Norte do país. O destaque vai também para o papel desempenhado na colocação de várias insígnias hoteleiras que operam em Portugal e da carteira no segmento de turismo residencial, constituída por herdades, quintas e segundas casas.

“Algumas das mais charmosas propriedades que estão no mercado fazem parte da nossa carteira, como destaque no Minho, Gerês, Douro e Algarve”, conclui José Luís Kendall.