Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Cadeia de hostels europeia compra edifício em Lisboa por quase 7 milhões

C&W
C&W
Autor: Redação

A Lace Investment Partners vendeu o número 83 da Rua da Boavista, em Lisboa, a uma cadeia de hostels europeia por quase sete milhões de euros. O projeto de reabilitação, já aprovado, prevê a conversão do uso de escritórios para residencial e será alvo de adaptação para a operação de alojamento local.

O imóvel de 2.211 metros quadrados (m2), que agora dará lugar a um hostel, localiza-se no eixo constituído pela Rua de São Paulo, Rua da Boavista e Largo Conde Barão, que liga o Cais do Sodré a Santos, “sendo atualmente uma das zonas lisboetas com maior movimentação noturna e crescente atenção turística”, um fenómeno impulsionado “em grande medida pelo Mercado da Time Out e pelos bares da Rua Cor-de-Rosa”, segundo o comunicado da  consultora imobiliária Cushman & Wakefield, representante da vendedora.

Além da dinâmica noturna, a área está “igualmente a ganhar nova vida durante o dia com a proliferação de novos restaurantes, lojas e escritórios”, onde os conceitos cosmopolitas e alternativos “se misturam com modernos escritórios de empresas de referência em diferentes esferas de negócio”, como a Farfetch, EDP ou Vieira de Almeida.

“Esta área da cidade tem hoje uma enorme atividade no desenvolvimento de novos projetos de escritórios, hotelaria e residencial, sendo encarada pelos investidores como uma localização de sucesso garantido para qualquer destas categorias”, refere Pedro Simões de Abreu, consultor na área de Urban Development da Cushman & Wakefield (C&W).

“Prova disso são as marcas que procuram instalar-se aqui e os empreendimentos residenciais de luxo planeados ou em execução nesta zona. A compra para reabilitação deste edifício na Rua da Boavista é mais um excelente contributo para a revitalização deste eixo”, conclui o responsável.