Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crowdfunding imobiliário “Querido, Investi numa Casa!” lança novo projeto de investimento

VN Villa Rana é o novo projeto que pretende angariar 380.000 euros para financiar a aquisição de uma moradia T3 em São Domingos de Rana e a sua renovação completa.

Imagem de Tumisu por Pixabay
Imagem de Tumisu por Pixabay
Autor: Redação

Aquela que é a primeira plataforma de ‘crowdfunding’ imobiliário autorizada pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) chama-se “Querido, Investi numa Casa!” e acaba de lançar uma nova oportunidade de investimento. Trata-se do projeto VN Villa Rana, que pretende angariar, até dia 15 junho, 380.000 euros através desta plataforma para financiar a aquisição de uma moradia T3 em São Domingos de Rana (Cascais) e a sua renovação completa. O objetivo é colocá-la novamente para venda no mercado.

Qualquer um pode fazer parte deste investimento. Esta plataforma permite investir com apenas 50 euros até ao máximo de 2.500 euros. Até ao momento, foi angariado apenas 2% do valor associado a este novo projeto. Tendo por base o plano financeiro desenvolvido pela VN Unipessoal Lda - a promotora desta oportunidade -, os investidores poderão obter um retorno objetivo (TIR) de 7,2% a um ano, 11,04% a dois anos e 14,65% a três anos, revela o comunicado enviado às redações.

De acordo com Pedro Filipe Santos, co-fundador e managing partner da "Querido Investi numa Casa!", o investimento VN Villa Rana beneficia de primeira hipoteca sobre o ativo objeto da operação, incluindo as benfeitorias que serão realizadas, para cobertura do risco de investimento, bem como penhor dos rendimentos que o imóvel possa vir a gerar, como rendas de arrendamento ou exploração em Alojamento Local” .

Note-se que esta é a primeira plataforma online portuguesa de 'crowdfunding' imobiliário autorizada pela CMVM que visa captar investimento junto de investidores não qualificados (pequenos investidores particulares), bem como de investidores qualificados. Como o nome sugere esta iniciativa é afiliada do “Querido Mudei a Casa” e tem como propósito investir e financiar o desenvolvimento de oportunidades imobiliárias de promotores imobiliários independentes.

Esta plataforma pretende ser “uma alternativa de investimento em imobiliário, segura e ao alcance de todos, sendo possível investir com apenas 50 euros”, refere ainda o documento. Pedro Filipe Santos reforça ainda este ponto explicando quededicamo-nos exclusivamente a operações no mercado imobiliário, por proporcionarem um risco-retorno muito atrativo e seguro, uma vez que só fazemos operações com garantia hipotecária sobre os imóveis objeto de investimento”.

Por outro lado, o projeto não esconde que há riscos associados ao investimento: “existe risco de perda total ou parcial do capital investido, risco de não obter o rendimento esperado e risco de falta de liquidez para recuperar o investimento”. E ainda refere que “o capital investido não está garantido pelo fundo de garantia de investimentos nem pelo fundo de garantia de depósitos”.