Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Três em cada quatro empregos criados desde 2013 pagam menos de 900 euros por mês

Annie Spratt/Unsplash
Annie Spratt/Unsplash
Autor: Redação

Desde 2013 – altura em que a crise económica atingiu Portugal – foram criados 528.700 empregos por conta de outrem. Três em cada quatro desses empregos (75%) equivalem a salários abaixo dos 900 euros líquidos mensais.

Atualmente Portugal tem 4.806.700 de pessoas empregadas, segundo os resultados do Inquérito ao Emprego divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Desde 2013, e até agora, que a taxa de desemprego caiu 17,5%. Agora a taxa está fixada nos 7,9%, quer isto dizer que há 410.100 desempregados em Portugal. Em 2013 eram 926.800.

Mas a verdade é que neste período, entre 2013 e 2018, três em cada quatro empregos criados por contra de outrem correspondem a salários abaixo dos 900 euros líquidos. Segundo as contas do Expresso, existem atualmente 1,3 milhões de trabalhadores com salários entre 600 e 900 euros. Serão mais 397.100 que em 2013.

Há pessoas a ganhar menos, mas também há pessoas que viram os seus rendimentos aumentar. De recordar que o número de trabalhadores por conta de outrem que ganham 3.000 euros ou mais líquidos por mês disparou 30% no primeiro trimestre deste ano, atingindo o maior valor das séries do INE.