Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Desligar do trabalho durante as férias: truques para largar os ‘emails’ e aliviar o stress

Saber parar, desligar e descansar é fundamental para bem-estar mental e físico. O regresso ao trabalho será certamente mais feliz e produtivo.

Desligar do trabalho durante as férias
Photo by Trend on Unsplash
Autor: Redação

Desligar do trabalho durante das férias parece, por vezes, uma tarefa quase impossível. Mas a verdade é que estar sempre disponível é prejudicial para o bem-estar mental e físico de qualquer pessoa. O respeito pelo tempo de descanso é fundamental para restabelecer as energias e recuperar do ritmo stressante do local de trabalho. Não ver emails, atender telefonemas ou responder a mensagens é, por isso, determinante. Porque estar de férias é mesmo isso: não deixar que a vida gire apenas e só à volta do trabalho. E preparar-se para o regresso, em força, mais feliz e produtivo.

Saber separar a vida pessoal da profissional é cada vez mais importante. E no período de férias ainda mais. Está em causa o tempo de qualidade que pode ser aproveitado para estar a 100% com a família e amigos, e aliviar o stress e ansiedade causados por um ano inteiro de trabalho (e de pandemia).

Photo by Timur M on Unsplash
Photo by Timur M on Unsplash

A verdade é que a capacidade para desligar do trabalho varia de pessoa para pessoa. Uma das conclusões de um estudo da Randstad para saber se os colaboradores se desligam ou não do trabalho durante as férias, mostra que seis dias foi o período apontado pela maioria dos profissionais (71,2%) como sendo o necessário para desconectar-se totalmente do trabalho. Para que esse descanso seja efetivo, a empresa de recursos humanos partilha algumas dicas que podem dar uma ajuda.

“A nossa experiência mostra-nos que quem consegue realmente desligar durante as férias, acaba por ter um regresso ao trabalho muito positivo. Além de mostrarem um maior nível de atividade, os profissionais conseguem também trazer ideias e planos novos, mostrando-se mais bem preparados para o futuro”, comenta Mariana Canto e Castro, diretora de Recursos Humanos da Randstad.

“O aproveitar devidamente as férias também é importante para a nossa saúde mental, afinal o nosso cérebro precisa de outros estímulos e o nosso foco também deve ser as atividades (fora do trabalho) que mais gostamos de fazer, seja sozinhos ou acompanhados”, lembra a responsável.

Cinco dicas para desligar do trabalho durante as férias

1. Deixar o trabalho finalizado e coordenar as tarefas em curso

É importante que nos dias que antecedem o início das férias, todo o trabalho fique feito para que não te liguem por algo que ficou por fazer. Coloca a par quem de direito sobre as tarefas em curso e o que é necessário fazer ou quem contactar durante a tua ausência. Atenção que isto deve servir para ajudar-te e não para deixar com um colega um trabalho que deveria ter sido feito por ti.

2. Avisar que o período de férias está a começar e desligar as notificações

Nunca é demais recordar as pessoas que trabalham contigo que se aproxima o teu período de férias. Não te esqueças também de ativar no email o ‘out of office’ (resposta automática) e desligar as notificações antes de deixares o teu local de trabalho. Assim não terás a tentação de ficar agarrado ao telemóvel sempre que fores notificado de um email ou de uma mensagem no Whatsapp, por exemplo.

Photo by Gene Gallin on Unsplash
Photo by Gene Gallin on Unsplash

3. Determinar a tua disponibilidade durante as férias

No caso de teres mesmo de tratar de algum tema de trabalho, agenda os períodos em que isso acontece para evitar ser contactado em momentos de atividade com a família, por exemplo. Lembra-te que sentires-te obrigado a responder a e-mails fora do horário de trabalho (férias incluídas) pode ser prejudicial à sua saúde mental.

4. Descansa e dá atenção a quem está contigo durante as férias

Aproveita as férias para fazer algumas atividades ao ar livre, em vez de ficares pelo sofá e TV, por exemplo, pois este "descanso ativo" também irá fazer bem à mente e ao corpo. Quando chegar a hora das refeições deixa o telemóvel no bolso (ou mesmo longe), assim será menos provável não dar a devida atenção a quem te acompanha.

Photo by Leo Rivas on Unsplash
Photo by Leo Rivas on Unsplash

5. Recomeçar com calma

Antes do regresso ao trabalho, reserva um ou dois dias para recuperar das férias e começar com calma a mentalizares-te sobre os desafios que te esperam quando regressares ao trabalho. Assim conseguirás fazer uma transição mais suave e verás que não irá custar tanto esta nova mudança.