Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Reis Campos: “Este é o momento certo para recuperar as cidades”

Fabrice Parchet/Unsplash
Fabrice Parchet/Unsplash
Autor: Leonor Santos

A reabilitação urbana veio para ficar. Continua a agitar e a animar o setor da construção, atraindo investimento de várias frentes. O bom momento que atravessa o setor é, para Reis Campos, presidente da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI), “um reflexo da dinâmica que a reabilitação assume em Portugal”.

Para Reis Campos, o "país está no bom caminho". Decidiu encarar a reabilitação “como um dos motores da produtividade territorial”, assumindo-a como um “desígnio nacional”. Na cerimónia de abertura da V Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa, o presidente da CPCI sublinhou a trajetória positiva (e ascendente) que o setor registou ao longo do último ano.

“Lisboa transformou-se, reivindicando o seu lugar entre as grandes capitais europeias”, afirmou o responsável, referindo-se à capital como uma metrópole “que figura nos principais roteiros mundiais”.

Segundo Reis Campos, as cidades têm de “ser assumidas em rede”, mas também “ser espaços dinâmicos” com um conjunto de características capazes de responder às exigências do mercado.

O líder da CPCI não tem dúvidas de que “este é momento certo para recuperar as cidades”. Para o responsável está em causa não só a recuperação do património, mas “a reabilitação inteligente e sustentável para a competitividade territorial”.

“Trabalho clandestino tem de acabar”

O presidente da CPCI aproveitou o momento para endereçar palavras de encorajamento às empresas que “encararam o desafio” da reabilitação urbana, salientando a importância de serem apoiadas. Mas nota que é preciso olhar para as “questões que escapam às entidades fiscalizadoras”, referindo-se ao trabalho clandestino que ainda permeia o setor.

Os números, frisou Reis Campos, “não refletem o cenário de reabilitação real”. O responsável voltou a apelar à maior fiscalização do setor, para que Portugal possa continuar no trilho (certo) da reabilitação urbana.