Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Braço imobiliário da Teixeira Duarte “chega” ao Texas

Vista panorâmica de Dallas / Creative commons
Vista panorâmica de Dallas / Creative commons
Autor: Redação

O programa de promoção imobiliária da Teixeira Duarte (TD) em Portugal e no estrangeiro mantém-se ativo. Além de estarem na “calha” novos projetos residenciais em território nacional e no Brasil, há uma estreia em vista, a cidade de Dallas, no Texas (EUA).

De acordo com o Expresso, Dallas foi escolhida por ser das metrópoles americanas “com melhores indicadores económicos e mais dinâmicas na geração de empregos e no crescimento populacional”.

Em causa estão os empreendimentos residenciais Insignia e Infinity, no bairro de Turtle Creek. Estão licenciados e podem avançar, escreve a publicação, adiantando que a TD incorporou há três anos uma sociedade local que comprou depois os lotes de terreno. 

No caso de São Paulo (Brasil), a TD tem três operações em marcha, estando previsto o lançamento de dois projetos residenciais: o Quartier Brooklyn, com 124 apartamentos na zona sul da cidade da cidade, e o Nilo, com 96 unidades, junto à Avenida Paulista.

Em território nacional, a empresa vai arrancar em Lisboa – na zona de Benfica – com o projeto residencial Villa Simões. São 48.000 metros quadrados (m2) acima do solo. Em Cascais, a antiga praça de touros acolherá habitações (80 apartamentos) e uma zona comercial. Também o loteamento Vila Rio, na Póvoa de Santa Iria (17 hectares), que receberá 600 habitações mais uma zona de comércio e serviços (32.000 m2), está a nascer, embora esteja mais atrasado.

De referir que nas receitas de 2017 o ramo imobiliário da TD pesou perto de 10% - 96,5 milhões de euros, menos 5% que no ano anterior. O resultado operacional (EBITDA) de 62 milhões de euros registou uma queda acentuada (41%) que a TD explica pela redução dos ganhos ligados ao justo valor das propriedades, escreve o semanário.