Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

IHRU tem sete milhões para iniciar obras de reabilitação de 4.000 fogos

Espera-se que os trabalhos estejam concluídos em 2023, num investimento total que irá rondar os 43 milhões de euros.

Photo by Milivoj Kuhar on Unsplash
Photo by Milivoj Kuhar on Unsplash
Autor: Redação

O Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) tem sete milhões de euros disponíveis este ano para dar início às obras de reabilitação de 4.000 fogos. A obras deverão decorrer até 2023, apesar de existirem muitos edifícios parcialmente ocupados, e muitas situações de prédios de propriedade mista, nos quais poderão surgir maiores dificuldades ao nível das intervenções a realizar. 

“O IHRU tem 14.000 fogos, dos quais 4.000 precisam de reabilitação profunda, o que quer dizer que os outros 10.000 já não precisam, precisam de conservação”, garantiu a presidente do IHRU, Isabel Dias, no âmbito de uma audição na Comissão Parlamentar de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, na Assembleia da República, citada pela Lusa. 

Apesar de a reabilitação dos 4.000 fogos do IHRU, num investimento total de 43 milhões de euros até 2023, constar do Plano de Estabilização Económica e Social (PEES), apresentado pelo Governo para responder à crise provocada pela pandemia da Covid-19, Isabel Dias lembrou o “esforço enorme” que tem sido feito pelo instituto na reabilitação do património imobiliário, em que as obras estão “praticamente concluídas” em 10.000 fogos.

Para a reabilitação dos fogos em falta, “estão disponíveis para o IHRU os sete milhões de euros que são para o ano corrente”, indicou ainda presidente do instituto. Sem adiantar quais as obras prioritárias entre os 4.000 fogos a intervir, Isabel Dias explicou que há edifícios que estão “parcialmente ocupados”, com muitas situações de prédios de propriedade mista, pelo que está a ser “estudada a forma de se conseguir promover as obras”.