Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Estas são as maiores construtoras do mundo (há uma portuguesa no top 100)

A Mota-Engil é a 76ª maior construtora do mundo de acordo com o volume de negócios obtido em 2019. Em causa está o ranking "Global Powers of Construction" da Deloitte.

Photo by Szabo Viktor on Unsplash
Photo by Szabo Viktor on Unsplash
Autor: Redação

A Mota-Engil é a 76ª maior construtora do mundo cotada em bolsa de acordo com o volume de negócios obtido em 2019, segundo o ranking “Global Powers of Construction”, elaborado pela Deloitte. É única portuguesa no top 100, tendo atingido 3,188 milhões de dólares (2,690 milhões de euros) em vendas no ano passado, mais 4% que no período homólogo. A construtora nacional alcançou uma capitalização de mercado de 449 milhões de dólares (421 mihões de euros), mais 14% que no ano anterior.

O relatório “Global Powers of Construction 2019”, tal como explica a Deloitte, classifica as 100 principais empresas de construção a nível global com base em vendas e as 30 principais empresas com base na capitalização de mercado. Analisa as perspetivas macroeconómicas atuais do setor de construção e prevê o seu crescimento nos principais mercados, avaliando, também, “os principais indicadores financeiros do desempenho dos maiores 'players' em termos de receita, capitalização de mercado, presença internacional, diversificação, lucro, endividamento e outros índices financeiros”.

De acordo com os dados da Deloitte, as principais empresas geraram receitas superiores a 1,462 biliões de dólares, mais 5% que no período homólogo. No ranking destaca-se desde logo a China, que ocupa seis posições nos primeiros dez lugares da tabela. No total, este país asiático marca presença em 12 posições do top 100. Ainda assim, o Japão tem mais empresas na lista: são 15, ao todo. Seguem-se os EUA (com 13), o Reino Unido (11), a Coreia do Sul (7),  Espanha (6) e Suécia (4).

Apesar da hegemonia asiática, segundo a consultora, e em termos de capitalização de mercado, as empresas europeias lideram o top 100 com 37% do valor total de mercado, seguidas pelas empresas chinesas (18%), norte-americanas (16%) e japonesas (15%).

Indústria da construção deve crescer 0,5% este ano

“Nos últimos anos, o mercado da construção cresceu num ritmo moderado. Mas, a ligeira desaceleração em 2019 combinada com o surto da pandemia da Covid-19, impactou negativamente as previsões para 2020 e aumentou os níveis de incerteza para os próximos anos”, escreve a Deloitte.

Segundo os dados da consultora, o setor da construção “terá um crescimento ténue de 0,5%” em 2020. Ainda assim, a procura global por infraestruturas vai continuar nos próximos 30 anos, “uma vez que apenas 25% da infraestrutura necessária até 2050 já existe nos dias de hoje”.

As 20 (mais uma) maiores construtoras do mundo

  Empresa País Volume de negócios
(M de dólares)
1. CHINA STATE CONSTRUCTION ENGINEERING
CORP. LTD
China 205,531
2. CHINA RAILWAY GROUP LTD.  China 123,165
3. CHINA RAILWAY CONSTRUCTION CORP. LTD China 120,214
4. CHINA COMMUNICATIONS CONSTRUCTION
GROUP LTD. 
China 79,984 
5. VINCI França 53,792
6. METALLURGICAL CORPORATION OF CHINA LTD  China 49,02
7. ACS. ACTIVIDADES DE CONSTRUCCION Y
SERVICIOS. S.A
Espanha 43,712 
8. BOUYGUES França 42,459
9. DAIWA HOUSE INDUSTRY CO Japão 37,368
10. SHANGHAI CONSTRUCTION GROUP (SCG) China 29,747
11. SAMSUNG C&T CORP. Coreia do Sul 26,387 
12. LENNAR CORP. EUA 22,26
13. EIFFAGE. S.A França 20,922
14. LARSEN & TOUBRO LTD. (L&T) Índia 20,182
15. AECOM EUA 20,173
16. SEKISUI HOUSE Japão 19,596
17. FLUOR CORP.  EUA 19,167 
18. OBAYASHI CORP Japão 18,395
19. SKANSKA AB Suécia 18,270 
20. KAJIMA CORP Japão 17,805
76.  MOTA ENGIL SGPS Portugal 3,188