Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

MELOM escolhe Itália como segundo destino de internacionalização

O objetivo é abrir já no próximo ano 40 unidades franchisadas no norte do país. Em Espanha, vai abrir mais quatro unidades, alcançando no final do ano um total de 15.

João Carvalho, cofundador da MELOM , Marcello Dodi, o Master, e Manuel Alvarez da Remax (da esquerda para a direita) / MELOM
João Carvalho, cofundador da MELOM , Marcello Dodi, o Master, e Manuel Alvarez da Remax (da esquerda para a direita) / MELOM
Autor: Redação

A portuguesa MELOM continua a apostar no mercado além-fronteiras. Depois de se ter instalado em Espanha em 2018, escolhe Itália como segundo destino de internacionalização. O objetivo é abrir já no próximo ano 40 unidades franchisadas no norte do país, em concreto, na região de Emilia-Romagna.

A empresa especialista nas áreas da reabilitação e construção de imóveis trabalhou apenas em Portugal entre 2010, data da sua fundação, e 2017. Mas depois percebeu que “existe ainda uma enorme necessidade de profissionalizar o setor a nível europeu”, destaca João Carvalho, cofundador da MELOM e atual diretor de expansão e desenvolvimento, em comunicado enviado às redações.

Este foi o gatilho para a MELOM despertar para o problema e iniciar a sua rota de internacionalização. “Com o nosso know-how, apostamos em levar o conceito para outras partes da Europa, com Espanha a ser o país escolhido pela MELOM em 2018 para dar os primeiros passos na internacionalização. Escolhemos agora Itália como o próximo destino no nosso plano de expansão, dado este ser também um país com semelhanças no mercado de obras e remodelações de imóveis”, explica João Carvalho.

Em Itália, “existem milhares de players pouco profissionalizados, carência de mão-de-obra qualificada e desconfiança do consumidor final no setor, pelo que esperamos ajudar a alterar este paradigma do setor com a entrada da MELOM” no país, esclarece ainda o cofundador da empresa. Para o processo já está selecionado o "master" Marcello Dodi.

O modelo de franchising da MELOM que será aplicado em Itália será muito idêntico ao existente em Portugal e ao que está aplicado ao mercado em Espanha. Isto quer dizer que haverá dois tipos de franquia: uma vocacionada para renovações integrais e mais orientada para empresas de construção e gabinetes de arquitetura e engenharia; e outra voltada para pequenas reparações e dirigida aos profissionais que executam eles próprios a obra ou reparação.

Em Espanha, a MELOM soma 11 franchisados na Comunidade de Madrid e espera continuar a crescer, alcançando as 15 unidades franchisadas até ao final do ano. Embora o foco da empresa passe agora por estes dois países no sul da Europa, devido às semelhanças entre os mercados, a MELOM não esconde que tem como “foco a expansão do conceito a nível internacional, tendo como alvo principal o mercado europeu”. E tem como principal objetivo “revolucionar e profissionalizar o setor além-fronteiras”.