Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mota-Engil prevê carteira de encomendas superior a quatro mil milhões em 2014

Autor: Redação

O presidente da Comissão Executiva do grupo Mota-Engil, Gonçalo Moura Martins, revelou que 2013 foi “o melhor ano operacional de sempre” da empresa. “Temos muito orgulho, muito regozijo”, disse o responsável, em conferência de imprensa, salientando que a Mota-Engil consolidou-se “claramente com uma multinacional”. A construtora obteve, no ano passado, um lucro de 50,5 milhões de euros, mais 24% que em 2012.

De acordo com Gonçalo Moura Martins o grupo já conseguiu obter no ano passado 74% da sua atividade nos mercados internacionais, nomeadamente em África e na América Latina, o que compara com uma taxa de internacionalização de 65% no ano precedente. 

Para este ano, o objetivo é chegar a dezembro com uma carteira de encomendas superior a quatro mil milhões de euros. Recorde-se que a meta traçada para 2013, e superada, foi de chegar ao final do exercício com uma carteira de encomendas de 3.500 milhões de euros. “Esta tendência de reforço da atividade internacional dever-se-á manter ao longo de 2014”, adiantou o presidente da Comissão Executiva da Mota-Engil, citado pelo Diário Económico.

Entretanto, e na sequência dos resultados apresentados, as ações da Mota-Engil atingiram esta terça-feira um novo máximo desde outubro de 2007, acima dos seis euros.