Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mota-Engil

A Mota-Engil é um grupo que integra inúmeras empresas divididas por três áreas de negócio: Engenharia e Construção, Ambiente e Serviços e Concessões de Transportes.

Mota-Engil prevê carteira de encomendas superior a quatro mil milhões em 2014

O presidente da Comissão Executiva do grupo Mota-Engil, Gonçalo Moura Martins, revelou que 2013 foi “o melhor ano operacional de sempre” da empresa. “Temos muito orgulho, muito regozijo”, disse o responsável, em conferência de imprensa, salientando que a Mota-Engil consolidou-se “claramente com uma multinacional”. A construtora obteve, no ano passado, um lucro de 50,5 milhões de euros, mais 24% que em 2012.

Notícia sobre:

Porto: obra do antigo Matadouro Industrial de Campanhã arranca em setembro de 2021

A obra do antigo Matadouro Industrial de Campanhã, no Porto, arranca em setembro de 2021 – a cerimónia de assinatura do auto de consignação da empreitada realizou-se esta quarta-feira (21 de outubro de 2020) –, tendo um prazo de conclusão de dois anos. Os trabalhos estarão a cargo da construtora Mota-Engil e está em causa um investimento de 40 milhões de euros, revelou a Câmara Municipal do Porto (CMP), salientando que no final dos 30 anos da concessão o equipamento regressa à gestão municipal.

Notícia sobre:

Obra de reconversão do antigo Matadouro do Porto já está “nas mãos” da Mota-Engil

A obra do Matadouro Industrial de Campanhã, no Porto, já foi entregue à construtora portuguesa Mota-Engil, depois de em abril ter recebido luz verde do Tribunal de Contas (TdC). A garantia foi dada esta sexta-feira (18 de setembro de 2020) por Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto (CMP).

Notícia sobre:

Mota-Engil reforça moratórias e adia investimentos previstos para assegurar liquidez

O contexto pandémico penalizou os resultados da construtora portuguesa Mota-Engil que, no primeiro semestre do ano, para assegurar a gestão da liquidez dos negócios, se viu “obrigada” a reforçar o recurso às moratórias e adiar investimentos previstos para este ano. O grupo também negociou linhas adicionais de liquidez com a banca para enfrentar a pandemia, que provocou um impacto negativo de 280 milhões de euros no seu volume de negócios até junho.

Notícia sobre:

Construtora Mota-Engil lidera corrida a projeto de 440 milhões no Gana

O consórcio liderado pela construtora portuguesa Mota-Engil foi pré-qualificado para a construção, operação e manutenção, até 2052, de uma autoestrada no Gana, que vai ligar a capital do país (Acra) à cidade onde está instalado o maior porto (Tema) . Esta será, de resto, a primeira PPP – Parceira Público-Privada em curso no Gana, com um valor de investimento avaliado em cerca de 500 milhões de dólares, cerca de 442 milhões de euros.

Notícia sobre:

Projeto de reconversão do antigo Matadouro do Porto vai sair do papel

Luz verde para a reconversão do antigo Matadouro Industrial num polo empresarial, cultural e social que promete transformar a zona oriental do Porto. Isto porque a Câmara Municipal do Porto (CMP) ganhou o recurso que interpôs acerca do chumbo do visto prévio dado pelo Tribunal de Contas (TdC). Trata-se de uma obra que será executada pela Mota-Engil e que tem a assinatura do famoso arquiteto japonês Kengo Kuma, em parceria com o gabinete português Ooda, instalado em Matosinhos.

Notícia sobre:

Mota-Engil ganha obra de 636 milhões no México e mantém “dinâmica comercial em tempos de pandemia”

A Mota-Engil anunciou, esta quinta-feira (23 de abril de 2020), que ganhou o concurso público internacional para a construção do primeiro troço ferroviário do “Tren Maya”, no México, avaliado em 636 milhões de euros. Uma adjudicação que “confirma a sustentabilidade” do negócio da construtora, bem como a sua “dinâmica comercial mesmo em tempos de pandemia”. 

Notícia sobre: