Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Lisboa ”mostrou-se” aos investidores estrangeiros em Cannes e quer voltar a fazê-lo em Munique

Gtres
Gtres

Lisboa esteve representada na 26ª edição do MIPIM, uma das mais importantes feiras do setor imobiliário do mundo – realizou-se em Cannes, França, de 15 a 18 de março –, com nove empresas. Agora, o objetivo da Invest Lisboa, agência de promoção económica, é tentar ter também um stand na Expo Real. A maior feira de investimento imobiliário do mundo decorre em Munique, Alemanha, de 5 a 7 de outubro.

Participaram no stand de Lisboa no MIPIM nove empresas – Baía do Tejo, Administração do Porto de Lisboa, Engel & Voelker, Cobertura, PLMJ – Sociedade de Advogados, Carvalho Ramilo, Saraiva & Associados Arquitetos, Mário Santos design Consultant e Rogério Ferreira Advogados – e o balanço foi francamente positivo”, começa por dizer ao idealista/news Rui Coelho, diretor executivo da Invest Lisboa, que foi criada através de uma parceria entre a Câmara Municipal de Lisboa e a Câmara do Comércio e Indústria Portuguesa (CCIP).

No MIPIM, além do stand de Lisboa apenas houve outra região portuguesa representada, os Açores. Uma situação que é recorrente nestes dois principais salões, a Expo Real e o MIPIM. “Tivemos presentes no MIPIM em 2012 e 2013. No ano passado não, porque não conseguimos empresas interessadas em participar”, conta Rui Coelho.

E o balanço da participação no MIPIM foi positivo? O diretor executivo da Invest Lisboa responde sem hesitar: “Foi muito melhor que em 2013. Há muito mais interesse em investir em imobiliário e em Lisboa. A capital aparece como uma cidade interessante e atrativa e os investidores consideram que o risco de investir é menor”. 

Candidaturas para a Expo Real até 22 de maio

Sobre a participação na Expo Real, evento no qual a Invest Lisboa estará presente – com um stand da capital – pelo segundo ano consecutivo, reina também o otimismo. “Tivemos um stand em 2014 e correu muito bem. Vamos também tentar ter um este ano. Lisboa deve estar representada nestes dois eventos [MIPIM e Expo Real], é importante que sejam projetos continuados. Até 22 de maio é preciso angariar parceiros para a Expo Real”, lembra.

Para Rui Coelho não há dúvidas de que “este é o momento ideal para Lisboa estar presente” neste tipo de eventos para que os investidores estrangeiros possam apostar em Portugal e em Lisboa”. “Há que aproveitar as oportunidades: se as coisas estão a correr bem e se há interesse por parte de investidores estrangeiros, as empresas portuguesas têm de aproveitar”.  

De referir que a Invest Lisboa vai organizar dia 21 (às 10 horas) nas suas instalações (Rua das Portas de Santo Antão, 89, 1169-022 Lisboa) uma sessão de esclarecimento sobre a presença de um stand de Lisboa na Expo Real.