Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Nove em cada dez pontes estão em bom ou muito bom estado de conservação

Wikimedia commons
Wikimedia commons
Autor: Redação

Nove em cada dez pontes da rede rodoviária de Portugal continental, gerida pela Infraestruturas de Portugal (IP), estão em “bom” ou “muito bom” estado de conservação, anunciou a empresa.

Em causa está um relatório da IP, divulgado esta quinta-feira, que indica que os resultados da campanha inspetiva de 2015 revelam que 89,1% das obras de arte (pontes, viadutos, túneis ou passagens hidráulicas) apresentam um estado de conservação considerado “bom ou superior”.

A melhoria destas estruturas tem vindo a acentuar-se consistentemente ao longo dos anos, sobretudo desde 2010, ano em que esta avaliação positiva se cifrava nos 79,7%, escreve a Lusa, que teve acesso ao relatório.

“Atualmente, em apenas 1,8% do total de obras de arte rodoviárias foi identificada a necessidade de executar uma intervenção num período máximo de dois anos”, tendo já a IP “planeados e desenvolvidos os projetos com vista à execução das intervenções de reparação”, refere a empresa, que tem a decorrer 14 empreitadas de reabilitação ou reforço de obras de arte.

Segundo a IP, os investimentos feitos nesta área desde 2010 ascendem a 140 milhões de euros. “O forte investimento efetuado nos últimos anos, nomeadamente em 2011 e 2012, com a realização de inspeções a todas as estruturas e a atempada definição de uma estratégia de intervenções devidamente programadas, contribuíram decisivamente para o incremento do nível de qualidade das estruturas em bom ou muito bom estado de conservação, resultando em otimização dos custos com investimento”, justifica a empresa.

De referir que hoje (dia 4) assinalam-se 15 anos após a queda da ponte de Entre-os-Rios, que causou a morte a mais de 50 pessoas, ocupantes de veículos que ali circulavam na altura.

No ano passado, a IP realizou 2.997 inspeções de rotina e 944 inspeções principais, de norte a sul do país, enquanto em 2010 os técnicos efetuaram 1.112 inspeções principais. A empresa é responsável por 5.221 obras de arte que integram a rede rodoviária sob sua jurisdição direta.