Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Chegou a hora dos trabalhadores da TAP serem também acionistas

Autor: Redação

A Oferta Pública de Venda (OPV) da TAP para os trabalhadores já foi aprovada pelo Governo, dando-se assim mais um passo na privatização da companhia área portuguesa. A partir da data de emissão do prospeto da operação na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os interessados terão 20 dias para comprar as ações da empresa. Será colocado um lote de 75.000 títulos, ao preço de 10,38 euros cada um.

"Estamos à espera que seja um sucesso", diz citado pela Lusa o secretário de Estado das Infraestruturas Guilherme W. d' Oliveira Martins, dando a conhecer que "não há limites máximos por trabalhador" quanto à compra de ações.

O governante adiantou que a TAP vai fazer uma lista com os trabalhadores que preencham os requisitos para participarem na compra das ações e que "a CMVM vai emitir nos próximos dias um documento informativo sobre a operação".

A OPV de 5% das ações do capital da TAP vai ser concretizada com um desconto de 5,0% sobre o preço oferecido (10,93 euros) pela Atlantic Gateway no processo de privatização.