Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Novo Banco contrata avaliação independente à venda de duas carteiras de imóveis

Parecer será realizado por consultora internacional especializada no setor imobiliário e estará concluído no início de setembro.

Gtres
Gtres
Autor: Redação

A administração do Novo Banco, liderada por António Ramalho, solicitou uma avaliação independente sobre a gestão de carteiras de imobiliário a uma consultora internacional. E o parecer independente que incide sobre a venda das carteiras de imóveis “Sertorius” e “Viriato”, face às regras do mercado internacional, deverá estará concluído no início de setembro.

Este trabalho contratado pelo Novo Banco estará, segundo revela o Jornal Económico que avança com a notícia, a cargo de uma consultora internacional especializada no setor imobiliário e não de nenhuma das auditoras incluídas no chamado grupo das big four (Deloitte, KPMG, EY e PwC). A instituição financeira escusou-se a comentar, de acordo com o que escreve o mesmo jornal.

Esta avaliação às vendas vai chegar numa altura em que uma dessas carteiras - o chamado projeto Viriato - está a ser investigada pelo DCIAP. Isto depois de o primeiro-ministro, António Costa, ter enviado uma carta ao Ministério Público a pedir a suspensão destas alienações até que seja conhecida a auditoria que a Deloitte está a realizar aos atos de gestão entre 2000 e 2018. 

"A carta do primeiro-ministro foi encaminhada para o Departamento Central de Contencioso do Estado e Interesses Coletivos e Difusos e para o Departamento Central de Investigação e Ação Penal para análise e sequência, no âmbito das competências dos referidos departamentos", de acordo com uma nota da Procuradoria-Geral de República, citada por vários meios de comunicação nacionais na semana passada.