Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Novo Banco

Últimas notícias sobre "Novo Banco" publicadas em idealista.pt/news

Carteira de imóveis do BES era “má, velha e ilegal”, diz presidente do Novo Banco

O presidente do Novo Banco disse esta terça-feira (15 de setembro de 2020) que a carteira de imóveis que o banco 'herdou' do BES e que teve de vender era “má, velha e ilegal”. Segundo António Ramalho, que falava numa audição parlamentar, da carteira só 14% eram residenciais, sendo que 35% dos ativos tinham mais de cinco anos e 100 imóveis tinham mesmo mais de 20 anos. Era “ilegal” porque, em geral, os bancos são obrigados a vender imóveis no prazo de dois anos.

Notícia sobre:

Novo Banco falhou na análise de risco de empresas do setor da construção, conclui Deloitte

A consultora Deloitte identificou falhas na análise de risco do BES e do Novo Banco em relação a planos de negócio e garantias apresentadas por devedores do setor da construção, entre 2012 e 2018, num valor de perdas estimadas de 271,7 milhões de euros no final de 2018.

Notícia sobre:

Novo Banco vendeu imóveis com desconto sem “justificação ou explicação”, diz Deloitte

As vendas de ativos do Novo Banco, realizadas a “valores inferiores” aos das “últimas avaliações disponíveis” não incluíram uma “justificação ou explicação” para a diferença de preço, revela a auditoria levada a cabo pela Deloitte, divulgada esta terça-feira, 8 de setembro de 2020, no site da Assembleia da República.

Notícia sobre:

Novo Banco: operações imobiliárias “forçadas e abaixo da avaliação”

A atividade dos 26 fundos de ativos imobiliários geridos pela GNB, seguradora do Novo Banco, terão suscitado várias reservas aos auditores dos negócios, que várias vezes terão deixado alertas sobre as operações imobiliárias realizadas. Em causa estão vendas abaixo das avaliações e dos valores de balanço nas contas de 2019, e vendas forçadas que levaram a perdas para o próprio fundo e para o banco.

Notícia sobre:

Novo Banco: Fundo de Resolução avaliará venda de ativos tendo em conta crise e mercados

O Fundo de Resolução disse esta terça-feira, 4 de agosto de 2020, que terá em conta a crise económica e o contexto dos mercados na avaliação que fará dos ativos que o Novo Banco queira vender este ano, situações que são desfavoráveis a alienações.

Notícia sobre:

Novo Banco garante que imóveis vendidos “não causaram prejuízos diretos ao Fundo de Resolução”

O Novo Banco garante que a operação de venda do portefólio Viriato, em 2018,  “não foi feita a preços de saldo, mas sim a preços de mercado”, “aproveitando as boas condições do mercado imobiliário” desse ano. O banco liderado por António Ramalho diz ainda que os imóveis vendidos não “causaram prejuízos diretos ao Fundo de Resolução”, uma vez que a “generalidade dos imóveis não estão cobertos pelo mecanismo de proteção de capital”.

Notícia sobre: