Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Vai nascer uma nova torre no Parque das Nações: a K-Tower

Maquete do projeto / JLL
Maquete do projeto / JLL
Autor: Redação

Vai nascer no Parque das Nações, junto à Gare do Oriente, um novo edifício de escritórios. O K-Tower terá 13 pisos e mais de 15.000 metros quadrados (m2) de Área de Construção acima do solo. As obras devem arrancar no verão de 2019 e prevê-se que estejam concluídas no primeiro semestre de 2021.

Segundo a consultora imobiliária JLL, que está a comercializar o K-Tower – é promovido pela belga Krest –, no mesmo complexo está a ser construído, desde o verão, “um Moxy Hotel, uma nova marca do grupo Marriott International, direcionada para os millennials”.

“(...) O projeto será uma marca na paisagem urbana. Distinguir-se-á pela sua arquitetura moderna e inovadora, com uma fachada envidraçada com vista 360º, além de criar uma mancha ajardinada com ligações pedonais à zona envolvente”, refere a JLL em comunicado, adiantando que o edifício foi “desenhado a pensar nos modelos de trabalho do futuro” e que aposta “em espaços eficientes, flexíveis e sustentáveis”. 

Maquete do projeto / JLL
Maquete do projeto / JLL

Para Mariana Rosa, diretora de Office Agency da JLL, trata-se de um “edifício de ponta em termos de soluções tecnológicas, funcionalidade do espaço e sustentabilidade”. “Além disso, é um imóvel icónico em termos estéticos, com grande visibilidade e uma forte imagem corporativa. Estamos muito confiantes que o edifício fique inteiramente comercializado ainda antes da sua conclusão e não será de descartar a ocupação como sede de uma só empresa”, comenta.

Já Claude Kandiyoti, CEO da Krest, considera que o K-Tower será “um edifício de referência, com características ultramodernas”. “(...) A proximidade com o Moxy Hotel irá proporcionar um ambiente dinâmico criando o novo ‘place to be in town’”, acrescenta.