Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Fundo alemão vai comprar polémica torre de Picoas por mais de 120 milhões

Google Maps
Google Maps
Autor: Redação

A venda do edifício de escritórios Fontes Pereira de Melo 41, em Lisboa – também conhecido como torre de Picoas –, está prestes a ser concluída. O polémico edifício deverá passar para as mãos de um fundo de investimento alemão, o Deka Immobilien, por um valor superior a 120 milhões de euros.

O imóvel, propriedade do fundo FLIT, gerido pela ECS Capital, tem 17 andares, 67,8 metros de altura e 6 pisos subterrâneos com 221 lugares de estacionamento, num total de 22,5 mil metros quadrados (m2). Está localizado entre a Avenida Fontes Pereira de Melo e a 5 de Outubro, ao lado do Hotel Sheraton.

O negócio ainda não está fechado, mas deve faltar pouco, segundo a notícia avançada pelo ECO. De acordo com a publicação, o fundo Deka terá sido quem fez a proposta mais alta pelo edifício, estando disposto a pagar um valor superior aos 120 milhões de euros que estavam a ser pedidos inicialmente.

A torre terá como inquilinos a consultora KPMG e a sociedade de advogados PLMJ, já com "as malas prontas" para fazer as mudanças.