Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

fmi alerta para possível agravamento da crise nos periféricos

Autor: Redação

a instituição liderada por dominique strauss-sahn voltou hoje a reforçar a ideia de que é urgente que os responsáveis da zona euro avancem com uma resposta "rápida e abrangente" para a crise financeira e para os problemas da dívida soberana. o alerta tomou um tom ainda mais grave relativamente aos países da periferia da zona euro onde, acredita o responsável, a pressão vai manter-se "elevada", podendo mesmo "intensificar-se" e até "propagar-se" ao centro

no relatório que acompanha a actualização intercalar das perspectivas económicas do fundo monetário internacional (fmi), a organização alerta para "os riscos descendentes decorrem da possibilidade de as tensões na zona euro se propagarem ao centro da europa"

ainda que antecipe uma relativa estabilização ou mesmo melhoria das condições financeiras, designadamente nos circuitos de crédito à economia real na generalidade do mundo desenvolvido - ao rever em ligeira alta, para 4,4%, o crescimento da economia global – o fmi adverte que "as tensões deverão manter-se elevadas na periferia da zona euro", numa referência implícita à grécia, irlanda, portugal e espanha

segundo o jornal de negócios, essa expectativa resulta da percepção do fmi de que os "agentes do mercado permanecem preocupados em torno dos riscos soberanos [capacidade de os países se financiarem] e financeiros [necessidade de recapitalizar mais bancos]"