Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

governo quer metro mais lento, menos carreiras da carris e barcos a fechar mais cedo

corte nos transportes devem entrar em vigor a partir do primeiro trimestre de 2012
Autor: Redação

ao encerramento do metro de lisboa às 23h junta-se agora uma série de outras medidas drásticas. segundo um documento a que o diário de notícias e o site dinheiro vivo tiveram acesso, o corte nos transportes prevê  que o metro circule mais devagar, que sejam extintas 22 carreiras da carris já a partir do primeiro trimestre de 2012 e ainda que a ligação de barco à trafaria seja suprimida. pedro gonçalves, que lidera o grupo de trabalho que está a estudar como e onde cortar nos transportes públicos, garante que as propostas finais só serão conhecidas a 30 de novembro

o diário de notícias revela ainda que estes cortes vão afectar cerca de um milhão de pessoas. estas são algumas das medidas previstas pelo grupo de trabalho nomeado pelo governo para estudar a reformulação da rede de transportes da área metropolitana de lisboa

de acordo com o jornal público, as propostas do grupo, que foi também chamado a propôr soluções para uma "simplificação tarifária", foram já dadas a conhecer às câmaras municipais da área metropolitana de lisboa, e merecerem, a "rejeição absoluta" dos vereadores da mobilidade, que estiveram ontem

ainda segundo o mesmo jornal, o estudo, agora apresentado às autarquias, não contém qualquer estimativa de qual a redução de custos prevista com estas medidas