Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito à habitação: prestação desce mais na Euribor a seis meses

Autor: Redação

Uma redução entre 1,7% e 3,4% na nova prestação do crédito à habitação. Este é o resultado das medidas de choque tomadas pelo Banco Central Europeu (BCE) no início de setembro. A maior descida regista-se nos contratos indexados à Euribor a seis meses.

Nos créditos que têm como referência o indexante a seis meses, segundo escreve o Diário Económico, o valor da prestação desce em torno de 3,4%. O encargo mensal cai 11,57 euros para 330,11 euros, o que equivale ao maior corte dos últimos dois anos. Isto tendo como base o cenário de um crédito de 100 mil euros com um prazo de 30 anos e um 'spread' de 1%.

Também nos contratos associados à Euribor a três meses, que sejam alvo de revisão em novembro, a factura com a prestação da casa ficará mais barata.

Partindo do mesmo cenário, o jornal diz que a prestação reduz-se em 5,72 euros para 325,42 euros, correspondente a uma redução de 1,7%. Já os empréstimos indexados à Euribor a 12 meses beneficiam de uma diminuição de 2,8%, com a prestação mensal a encolher dez euros, para os 337,4 euros.

No início de setembro, o presidente do BCE, Mário Draghi, surpreendeu o mercado ao anunciar mais um corte do preço do dinheiro para um novo mínimo de sempre de 0,05%, uma medida que visa estimular o financiamento e o crescimento económico no espaço do euro.