Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mais de 26.000 famílias precisam de ser realojadas em Portugal

David Cohen/Unsplash
David Cohen/Unsplash
Autor: Redação

O levantamento nacional sobre as necessidades de realojamento habitacional revelou que há mais de 26.000 famílias que precisam de ser realojadas em Portugal. Falta apurar informação de 136 municípios, mas os números, ainda que provisórios, mostram uma necessidade urgente de realojamento à escala nacional.

Segundo o Público, que se baseia em dados do Ministério do Ambiente, os primeiros números, apesar de não serem definitivos, indicam que desde junho 174 autarquias registaram 26.591 famílias que cumprem os critérios de carência de alojamento.

Foi em março que a Assembleia da República determinou que o Governo procedesse ao levantamento das necessidades de realojamento e proteção social, em matéria de habitação, a nível nacional, à avaliação da execução do Programa Especial de Realojamento e à criação de um novo programa nacional de realojamento que garantisse o efetivo acesso ao direito à habitação.

A deputada do PS Helena Roseta, que está a liderar uma consulta pública sobre a Nova Geração de Políticas de Habitação do Governo, disse à publicação que, perante este cenário, “vai ser preciso um programa de realojamento com dotação própria, o que não existe no Orçamento do Estado para 2018 (OE2018)”.