Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Falta de oferta fez disparar preços das casas, defendem mediadores

Autor: Redação

Os preços das casas subiram demasiado em Portugal” por causa da falta de oferta imobiliária. Esta é a posição defendida pelo presidente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), Luís Lima, que identifica a falta de mão de obra como o principal problema do setor nos dias de hoje. 

“Precisamos urgentemente de mais pessoas a trabalhar na construção civil, porque temos dificuldade de contratar mão de obra. Isso está a originar dificuldade em avançar com outros projetos”, garante o responsável, ao Jornal Económico.

O presidente da APEMIP considera que o “Alojamento Local potenciou investidores a apostar na reabilitação urbana e ajudou à recuperação do setor da construção imobiliária”, sublinhando que “a reabilitação de Lisboa e Porto tem-se alargado a todo o país”. Dá como exemplos as cidades de Viseu ou Braga, que já têm “muita construção nova”, e alerta para a importância de não se poder perder o “investimento estrangeiro, que ajudou à renovação das cidades”.

Recorda que Lisboa “estava vazia, suja e barata” e que atualmente vive “o reverso da medalha”: ficou mais bonita, mas também mais cara. “Isso é a parte negativa”, remata.