Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Primeiro estudo sobre Alojamento Local no Algarve apresentado amanhã

Aborda o impacto económico do AL no Algarve e faz a caraterização dos alojamentos, dos proprietários e dos lóspedes na região.

Autor: Redação

O fenómeno do Alojamento Local (AL) ganhou asas em Portugal, ao mesmo tempo que fez (e faz) correr muita tinta, sendo sempre um tema polémico, nomeadamente entre proprietários e inquilinos. Esta quinta-feira (5 de dezembro de 2019) são conhecidos os resultados do primeiro estudo sobre AL no Algarve.

Quais os serviços que os gestores de AL no Algarve sentem mais falta? Quais são as suas maiores dúvidas? Em que concelhos há mais AL? Que modalidades de AL são mais frequentes? O que valorizam os hóspedes? Quanto gasta diariamente um turista? Qual é o impacto económico do AL? Quantos empregos diretos, indiretos e induzidos dependem do AL no Algarve?

Estas são algumas das perguntas que vão ser respondidas na apresentação do estudo, que é promovido pela AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares, no âmbito do seu Programa QUALITY - Valorização e Qualificação do AL. 

“Realizado pelo Marketing FutureCast Lab do ISCTE, o estudo divide-se em dois grandes temas: o Impacto Económico do AL no Algarve e a Caraterização dos Alojamentos, dos Proprietários e dos Hóspedes de AL no Algarve”, refere em comunicado a AHRESP, lembrando que já foram realizados outros dois grandes estudos sobre o tema: um sobre a região de Lisboa (ano 2016) e outro sobre o Porto, Centro e Alentejo (ano 2018).

A cerimónia de apresentação do estudo realiza-se no Auditório Municipal de Albufeira, às 14h30, e o evento contará com a presença de Adolfo Mesquita Nunes, ex-secretário de Estado do Turismo, Ana Jacinto, secretária-geral da AHRESP, e Hélia Gonçalves Pereira, do ISCTE.