Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Custos de construção de habitação nova desaceleram com mão de obra mais barata

Dados do INE mostram que os preços dos materiais aumentaram 0,8% e o custo da mão de obra diminuiu 0,1%.

INE
INE
Autor: Redação

Os custos de construção da habitação nova desaceleraram novamente em abril de 2020, seguindo a tendência de março, ao aumentar 0,4%, menos 1,3 pontos percentuais (p.p.) do que no mês anterior, segundo os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Os preços dos materiais aumentaram 0,8% (1,3% no mês anterior) e o custo da mão de obra diminuiu 0,1% em abril (2,3% em fevereiro).

O custo da mão de obra contribuiu com -0,1 p.p. para a formação da taxa de variação homóloga do Índice de Custos de Construção de Habitação Nova (ICCHN), já a componente dos materiais contribuiu com 0,5 p.p. para a variação total do índice.

O INE lembra que “apesar das circunstâncias determinadas pela pandemia Covid-19, que irá procurar manter o calendário de produção e divulgação, embora seja natural alguma perturbação associada ao impacto da pandemia na obtenção de informação primária”.