Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Portugal regista a quinta maior subida do preço das casas da UE em plena pandemia

Entre abril e junho, as casas em território nacional ficaram 7,8% mais caras, segundo dados divulgados pelo Eurostat.

Photo by Max Böttinger on Unsplash
Photo by Max Böttinger on Unsplash
Autor: Redação

No segundo trimestre de 2020, marcado por várias medidas de contenção por causa da pandemia na maioria dos estados-Membros, o preço das casas aumentou 5% na Zona Euro e 5,2% na União Europeia (UE) face ao mesmo período do ano passado. Portugal superou este valor e registou a quinta maior subida na UE: as casas em território nacional ficaram 7,8% mais caras.

Os dados divulgados esta quarta-feira (7 de outubro de 2020) pelo Eurostat revelam que as maiores subidas homólogas dos preços das casas foram observadas no Luxemburgo (13,3%), na Polónia (10,9%), na Eslováquia (9,7%) e na Croácia (8,3%). Já na Hungria (-5,6%) e Chipre (-2,9%) registaram-se quebras no preço das casas.

Em comparação com os primeiros três meses do ano, segundo o gabinete de estatísticas europeu, os maiores aumentos nos preços das habitações foram registados no Luxemburgo (+ 4,4%), Itália (+ 3,1%) e Áustria (+ 2,5%) enquanto as descidas foram observadas na Hungria (-7,4%), Estónia (-5,8%), Letónia (-2,3%), Bulgária (-1,1%) e Irlanda (-0,1%).