Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mais de 30% dos apartamentos da Flower Tower vendidos - casas "smart" atraem novas gerações

Projeto imobiliário da promotora Nexity vai começar a ser construído em março deste ano, com duração prevista de 22 meses.

Nexity
Nexity
Autor: Redação

A comercialização da Flower Tower, uma torre com mais de 100 apartamentos pensada para as novas gerações, que irá ser construída em Leça da Palmeira, continua “a todo o gás”. A promotora imobiliária Nexity, responsável pelo projeto, revelou que mais de 30% dos apartamentos já foram vendidos. 

O projeto residencial pretende aproximar as famílias do centro das cidades, ao mesmo tempo que beneficiam das vantagens da periferia. Com 21 pisos e 108 apartamentos, e tipologias de T1 Smart a T3+1 Duplex, quer dar resposta às “novas realidades familiares contemporâneas”. A obra, adjudicada à Construtora San Jose, arranca já este mês.

“Com mais de 30% de unidades vendidas e reações muito positivas por parte dos compradores, confirma-se uma elevada convicção de qualidade percebido do nosso projeto”, refere Ricardo Roquette, diretor de vendas da Nexity.

Casas “smart” para as novas gerações

Além de promover a comodidade adequada para as novas gerações familiares, a Nexity quer “levar a competitividade às restantes partes do negócio imobiliário”. Através da tipologia T2 Smart (T1+1), onde ao quarto principal acresce um segundo espaço, com uma área mais “smart” - que tanto pode ser utilizado como quarto ou como um home office -, a promotora permite aos jovens casais “usufruir desse espaço extra para trabalhar a partir de casa ou para expandir a família”. Na Flower Tower, tipologias como estas estão disponíveis a partir dos 175.000 euros.

“Estes apartamentos são a conjugação perfeita de eficiência com funcionalidade, para máxima rentabilização do espaço”, reforça a Nexity.

Ainda na fase de planeamento, realidades como o teletrabalho já foram tidas em conta na idealização do projeto imobiliário, que contará com um espaço de co-work para os moradores, e onde estes poderão trabalhar com as condições típicas de um escritório, segundo a promotora. Além disso, o edifício oferece também estacionamento e arrecadação para a maioria dos apartamentos, incluindo ainda áreas de lavandaria e arrumação no interior de algumas das casas. Disponível a todos os condóminos, no piso zero existirá um espaço fitness equipado, com apoio de lavabos e acesso direto ao jardim exterior.