Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Preços das casas no litoral sobem com a pandemia: aumentam 3,9% num ano

Comprar uma casa no litoral de Portugal custava, em abril deste ano, 1.371 euros por m2, mais 3,9% que no mesmo mês do ano passado.

Vitor Oliveira from Torres Vedras, PORTUGAL, CC BY-SA 2.0/ José Luís Ávila Silveira/Pedro Noronha e Costa
Vitor Oliveira from Torres Vedras, PORTUGAL, CC BY-SA 2.0/ José Luís Ávila Silveira/Pedro Noronha e Costa
Autor: Redação

Comprar casa no litoral de Portugal ficou mais caro com o aparecimento da pandemia da Covid-19. Um fenómeno que poderá ser justificado com o facto da procura de imóveis localizados fora dos centros das cidades ter aumentado. Segundo um estudo realizado pelo idealista, o preço das casas no litoral português aumentou 3,9% num ano – em abril de 2021 face ao mesmo mês do ano passado –, fixando-se o preço do metro quadrado (m2) em 1.371 euros.

As casas no litoral do distrito de Beja foram as que mais encareceram, com os preços a dispararem 11,4%, para 1.932 euros por m2. Seguem-se as habitações localizadas nos litorais dos distritos de Aveiro, com uma subida de preço de 10,9%, do Porto (10,6%) e de Setúbal (9,4%). Já no litoral do distrito de Faro, pertencente à Costa algarvia, os preços subiram 5,5%. Nos litorais dos distritos de Lisboa, Leiria, Viana do Castelo e Coimbra os preços aumentaram 5,2%, 4,3%, 4,2% e 2,9%, respetivamente, enquanto na Ilha de Porto Santo (Madeira) o aumento registado foi de 0,6%.

Por outro lado, foi na Ilha Terceira (Açores) que os preços das casas no litoral português mais desceram: 5,3%. Seguem-se a Ilha de São Miguel, também nos Açores (-3,6%), o litoral do distrito de Braga (-3,1%) e a ilha da Madeira (-1,3%).

Distritos/Ilhas abr-20 abr-21 Variação anual
Beja              1.735              1.932 11,4%
Aveiro              1.083              1.201 10,9%
Porto              1.652              1.828 10,6%
Setúbal              1.696              1.855 9,4%
Faro              2.130              2.247 5,5%
Lisboa              2.175              2.288 5,2%
Leiria              1.278              1.333 4,3%
Viana do Castelo                 994              1.036 4,2%
Coimbra                 908                 934 2,9%
Porto Santo (Ilha)              1.326              1.334 0,6%
Madeira (Ilha)              1.394              1.376 -1,3%
Braga              1.160              1.123 -3,1%
São Miguel (ilha)                 870                 839 -3,6%
Terceira (Ilha)                 896                 849 -5,3%
Costa portuguesa              1.319              1.371 3,9%

Litoral do distrito de Lisboa tem as casas mais caras

É no litoral do distrito de Lisboa que é mais caro comprar casa perto da praia, com o m2 a custar 2.288 euros. Seguem-se os litorais dos distritos de Faro (2.247 euros/m2), Beja (1.932 euros/m2), Setúbal (1.855 euros/m2) e Porto (1.828 euros/m2) e a Ilha da Madeira (1.376 euros/m2) e de Porto Santo (1.334 euros/m2). 

Em sentido inverso, ou seja, onde é possível comprar as casas mais baratas à venda no litoral do país, encontram-se a Ilha de São Miguel (839 euros/m2) e a Ilha Terceira (849 euros/m2) e os litorais dos distritos de Coimbra (934 euros/m2), Viana do Castelo (1.036 euros/m2), Braga (1.123 euros/m2), Aveiro (1.201 euros/m2) e Leiria (1.333 euros/m2). 

Metodologia. Para a realização deste relatório, utilizaram-se os dados do relatório trimestral de preços realizado pelo idealista em abril de 2021, analisando unicamente a habitação localizada no litoral português.