Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Construtora Cociga recorre ao PER após dívidas de 23 milhões

O plano de recuperação da Cociga propõe o pagamento da dívida em 10 anos com dois de carência.
Autor: Redação

A construção é um dos setores mais afetados pela crise económica e financeira. Muitas empresas são forçadas a encerrar e a colocar centenas de pessoas no desemprego. Segundo o Jornal de negócios, a Cociga, construtora detida pela família que controla o grupo Salvador Caetano, tem níveis de atividade cada vez mais reduzidos e acumula dívidas que rondam os 23 milhões de euros, pelo que teve de recorrer ao Processo Especial de Revitalização (PER), que, quando é iniciado, suspende os pedidos de insolvência que haja anteriormente.

De acordo com a publicação, o plano de recuperação da Cociga propõe o pagamento da dívida em 10 anos com dois de carência.

O “PER” é um processo especial, criado no Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas (CIRE), que permite a qualquer devedor que se encontre em situação económica difícil ou em situação de insolvência meramente iminente (mas que ainda seja suscetível de recuperação) estabelecer negociações com os respetivos credores. O objetivo é concluir com estes um acordo conducente à sua revitalização económica, facultando-lhe a possibilidade de se manter ativo em termos comerciais.