Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Quatro portugueses na corrida aos 'Óscares' da arquitetura

@Francisco Nogueira
@Francisco Nogueira
Autor: Redação

Já são conhecidos os 40 projetos nomeados para os prémios de arquitetura Mies van der Rohe, atribuídos pela fundação com o mesmo nome e pela Comissão Europeia. Entre os finalistas ao prémio – é de 60.000 euros e é considerado um dos galardões de maior prestígio na área da arquitetura – há quatro obras portuguesas: o Museu de Arte Arquitetura e Tecnologia (MAAT) e a nova sede da EDP, em Lisboa, o Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso, em Chaves, e uma casa em Oeiras (Lisboa).

O júri é constituído por sete membros, entre eles o português Gonçalo Byrne, e os 40 projetos finalistas foram escolhidos após uma triagem na qual foram analisados mais de 350 projetos.  

De referir que Portugal, França e Reino Unido são os países com mais projetos finalistas: quatro. Os cinco finalistas serão anunciados em fevereiro e os vencedores e vencedor emergente será conhecido em maio. A cerimónia de entrega dos prémios realizar-se-á no Pavilhão Mies van der Rohe, em Barcelona (Espanha).

Estes são alguns dos 40 projetos finalistas: