Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

The One vale 500 milhões de dólares: a mansão mais cara do mundo é quase uma realidade

Autor: Redação

A The One vai nascer em Bel-Air, o bairro mais exclusivo de Los Angeles (EUA). Trata-se de uma mansão que terá 9.290 metros quadrados (m2), 20 quartos, mais de vinte casas de banho e muitas, muitas excentricidades. A piscina infinita "habitual" e mais algumas, como cinema, jacuzzi, ginásio, salão de beleza, discoteca privada, casino, cinco elevadores interiores e garagem com 30 lugares.

O promotor foi Nile Niami, um milionário excêntrico dedicado ao mundo do cinema que parece ter um hobby muito peculiar: colecionar mansões de mais de 100 milhões de dólares.

Esta grande mansão está em construção há sete anos, depois ter tido alguns atrasos nas licenças e processo de construção. A casa foi projetada pelo arquiteto Paul McClean, que construiu a casa de Beyonce e Jay-Z em Bel-Air. Há anos que assistimos aos progressos da construção da The One, a irmã mais velha da Opus Beverly Hills, outra das mansões de 100 milhões de Niami. Mas também há registo de outras mansões espetaculares à venda, como a de Bruce Makowsky, que teve de baixar o preço da casa para os 188 milhões de dólares. A casa do cirurgião plástico Raj Kanodia também chegou ao mercado por 180 milhões de dólares.

Todas estas casas foram superadas pela "Casa Encantada", com um preço de 225 milhões de dólares, propriedade do magnata financeiro Gary Winnick. Agora, a The One pode destroná-la e ser a mansão mais cara à venda de sempre, e não apenas nos EUA.

Há alguns dias também foi conhecido o nome por detrás da venda da histórica Villa Les Cedres, na Riviera Francesa, que finalmente foi vendida por 200 milhões de euros ao bilionário ucraniano Rinat Akhmetov.

Para já só há imagens aéreas de como será este mega projeto.