Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Um grande proprietário de Nova Iorque perdoa as rendas aos inquilinos por causa do Covid-19

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Nova Iorque é o epicentro da pandemia de coronavírus nos EUA, onde se regista a maioria dos casos em todo o planeta. A cidade mais populosa do país tornou-se o maior expoente do confinamento dos cidadãos. E diante dos problemas de milhares de inquilinos em pagar as rendas, um grande proprietário de 18 prédios acaba de perdoar o seu pagamento, pelo menos em abril.

Com a mítica Time Square, Quinta Avenida ou a Ponte do Brooklyn completamente vazia, a cidade de Nova Iorque vive seus piores momentos desde o 'crash' de 1929. O Estado norte-americano decretou o confinamento dos seus cidadãos para tentar acabar com a crise causada pelo coronavírus. Milhares de cidadãos perderam o emprego e muitos inquilinos têm dificuldade em lidar com as rendas das casas.

Mas nesta situação de crise, situações de solidariedade e ajuda aparecem entre as pessoas. O proprietário de 18 prédios de apartamentos em Nova Iorque, Mario Salerno, tomou uma decisão sem precedentes de perdoar o pagamento das rendas a cada um dos seus inquilinos, quase todos no bairro de Williamsburg. E cerca de 30% dos inquilinos decidiram aproveitar essa oferta generosa. Além disso, este súper senhorio possui várias lojas e instalações comerciais a cujos arrendatários também ofereceu, pelo menos, o mês de abril.